Reprodução / Instagram / Adriana Araújo
Reprodução / Instagram / Adriana Araújo

Adriana Araújo perde por pontos para a britânica Chantelle Cameron

Pugilista britânica dominou a luta e ficou com o cinturão dos pesos superleves; brasileira perde a primeira como profissional

Redação, Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2020 | 18h50

A brasileira Adriana Araújo perdeu para a inglesa Chantelle Cameron, neste domingo, em Londres, por pontos, após dez assaltos. Os três jurados anotaram a mesma pontuação: 100 a 90 para a pugilista britânica, que ficou com o cinturão dos pesos superleves, versão Conselho Mundial de Boxe.

Por ter falhado na pesagem e não ter se apresentado no sábado com o peso limite da categoria (65,770 ao invés de 63,502 quilos), Adriana foi punida e perdeu a chance de disputar o título. Se vencesse, poderia ter uma nova oportunidade no início do ano que vem.

Cameron dominou amplamente a luta. Adriana teve boa produção em metade do primeiro round, quando seus diretos de direita chegaram a assustar Cameron. Incomodada com o protetor genital e com a queda de seu top, a brasileira se desconcentrou no segundo assalto.

No terceiro round, tentou quebrar o ritmo da adversária e chamou a inglesa para a "briga". A partir do quarto assalto, apenas Cameron lutou em cima do ringue. Adriana tentou conectar pelo menos um golpe que pudesse abalar a velocidade e a resistência da rival, mas não teve sucesso.

No sétimo assalto, Adriana por pouco não foi à lona. Daí até o fim, Cameron ficou na longa distância e teve mobilidade para atacar e fugir do contragolpe de Adriana.

A invicta Cameron, de 29 anos, somou a 13ª vitória na carreira. Medalhista de bronze em Londres-2012, Adriana perdeu pela primeira vez como profissional, após seis triunfos.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeAdriana Araujo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.