Steve Marcus/AFP
Steve Marcus/AFP

Anderson Silva corre risco de punição pesada no UFC na quarta-feira

Dana White dará coletiva em Las Vegas na qual falará abertamente sobre o doping do brasileiro: 'Muita coisa ruim ainda vai acontecer'

O Estado de S. Paulo

15 de fevereiro de 2015 | 16h56

Anderson Silva está com seus futuro bastante ameaçado no UFC. O doping antes da luta com Nick Diaz não foi bem assimilado por Dana White, que promete anunciar uma decisão sobre o brasileiro na próxima quarta-feira, em Las Vegas. Bastante decepcionado, o chefão do UFC deixa no ar a possibilidade de atitudes drásticas contra o brasileiro, flagrado em dois exames antes de seu retorno ao octógono.

De certo é que Dana White não escondeu seu descontentamento com o Spider, após vê-lo flagrado por uso de pelo menos duas substâncias proibidas: drostanolona e Androsterona. Na quarta-feira, o UFC pode anunciar não somente uma pena dura como também uma terceira substância encontrada no lutador em novo exame.

"Isso me devastou durante alguns dias. Fiquei simplesmente atordoado por alguns dias depois daquilo (o doping). Eu sempre fui um enorme fã do Anderson Silva", discursou Dana White após a vitória de Dem Henderson em Broomfield, nos Estados Unidos, neste sábado.

"Vamos esperar pela coletiva de quarta-feira (em Las Vegas), mas não vamos conversar sobre coisas divertidas. Só posso dizer que muita coisa ruim ainda vai acontecer", deixou no ar Dana, visivelmente contrariado.

O doping de Anderson Silva foi anunciado após exame realizado no dia 9 de janeiro. Mas é possível que nesta coletiva agendada seja confirmada novo doping e uma terceira substância proibida utilizada.

A MMA Junkie anunciou um segundo doping do brasileiro após exame do dia 31 de janeiro, um dia antes de ele ter encarado Nick Dias em Las Vegas em sua volta aos combates, no UFC 183. A entidade não confirmou este teste positivo, o que pode acontecer agora.

Tudo o que sabemos sobre:
lutasUFCAnderson Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.