Andrew Couldridge/Reuters
Andrew Couldridge/Reuters

Anthony Joshua bate Joseph Parker e fica com 3 cinturões dos pesados no boxe

Pugilista britânico levou a melhor sobre neozelandês na decisão unânime por pontos

Estadão Conteúdo

31 de março de 2018 | 20h34

Anthony Joshua derrotou Joseph Parker neste sábado e conquistou seu terceiro cinturão dos pesos pesados. No aguardado combate realizado em Cardiff, no País de Gales, o britânico levou a melhor sobre o neozelandês por pontos, em decisão unânime dos juízes, após 12 assaltos.

+ Leia mais notícias sobre lutas

+ Judô brasileiro fica sem medalha no segundo dia do Grand Prix de Tbilisi

+ BLOG DO BALDINI - Deontay Wilder diz que quer uma “morte” em seu cartel. Ele não poderia ser mais idiota

Com o resultado, Anthony Joshua adicionou o cinturão da Organização Mundial de Boxe à sua coleção, que já contava com os da Associação Mundial de Boxe e da Federação Internacional de Boxe. De quebra, ele manteve a invencibilidade como atleta profissional, com 21 vitórias em 21 combates.

Esta, aliás, foi a vitória mais difícil da carreira de Joshua, a primeira que não foi por nocaute. Mas a superioridade do britânico ao longo do combate foi tanta que os três juízes deram vitória a ele. Dois consideraram que o atleta venceu por 118 a 110, enquanto o outro deu o triunfo por 119 a 109.

O Principality Stadium, em Cardiff, estava lotado, com 74 mil pessoas, para acompanhar o aguardado duelo. E apesar do triunfo, Anthony Joshua não se mostrou totalmente feliz na entrevista após a luta. "Nós não estamos satisfeitos, mas um passo de cada vez", declarou.

Do outro lado, Joshua enfrentou um lutador que também estava invicto e tinha 24 vitórias no cartel. Em um combate equilibrado, não houve sequer uma queda de ambos os lados, mas Parker foi mais castigado pelo rival e, inclusive, saiu com um corte no supercílio. "Fui derrotado pelo melhor lutador", admitiu.

Agora, a expectativa é de que Joshua encare Deontay Wilder, detentor do cinturão da Organização Mundial de Boxe, para ficar com os quatro cinturões da categoria. Se isso acontecer, ele será o primeiro peso pesado a alcançar o feito desde Lennox Lewis, em 2000. "Wilder, vamos lá!", gritou o britânico ainda no ringue, desafiando o boxeador norte-americano.

Tudo o que sabemos sobre:
BoxeOrganização Mundial de BoxeBoxe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.