Reprodução/Facebook/IJF
Reprodução/Facebook/IJF

Após 5 pódios no World Masters, judô do Brasil fecha ano em 2º no ranking mundial

Maria Portela foi o destaque do fim de semana com uma medalha de ouro na categoria até 70kg

Estadão Conteúdo

18 de dezembro de 2017 | 21h30

Depois de encerrar o World Masters de Judô, no último domingo, contabilizando um total de cinco pódios na competição que foi iniciada no sábado na Rússia, o Brasil fechará a temporada da modalidade como vice-líder do ranking mundial de países, ficando atrás apenas do Japão, nação onde este esporte nasceu há 135 anos.

Maria Portela leva ouro e Brasil fecha o World Masters com 5 medalhas

Essa listagem considera todas as medalhas conquistadas pelos países na classe sênior, ou seja, pelas equipes principais de cada nação nas competições chanceladas pela Federação Internacional de Judô (IFJ, na sigla em inglês). Ao total, a seleção brasileira contabilizou 103 pódios, com 42 ouros, 23 pratas e 38 bronzes. Líder, o Japão obteve 80 ouros, 37 pratas e 48 bronzes, somando 165 medalhas.

No último final de semana, no World Masters realizado em São Petersburgo, na Rússia, destaque principal para a campanha de Maria Portela, ouro na categoria até 70kg. Para completar, a equipe brasileira levou uma prata com David Moura e três bronzes com Rafael Silva, o Baby, Maria Suelen Altheman e Érika Miranda.

A França, do astro Teddy Riner, terminou o ano em terceiro lugar no ranking mundial, seguida por Rússia (4º), Coreia do Sul (5º), Argentina (6º), Holanda (7º), Austrália (8º), Mongólia (9º) e Israel (10º), que completam o Top 10.

O Brasil ainda fechou 2017 com dois judocas da classe sênior liderando o ranking de suas respectivas categorias. São eles: David Moura na pesado masculino (+100kg) e Érika Miranda na meio-leve feminino (52kg).

E outros três brasileiros encerraram 2017 no topo em categorias de base: o campeão mundial sub-21 Daniel Cargnin na peso meio-leve (66kg) no ranking júnior, enquanto na listagem juvenil o País está em primeiro lugar com o campeão mundial Aldi Oliveira (50kg) e a vice-campeã mundial Gabriella Moraes (63kg) entre as mulheres.

Tudo o que sabemos sobre:
Judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.