Site oficial do UFC
Site oficial do UFC

Após vitória no UFC Orlando, Jéssica Andrade revela: 'Vou pedir para lutar no Rio'

Brasileira derrotou Tecia Torres por decisão unânime e deve ser a próxima desafiante do título peso-palha

Andreza Galdeano, O Estado de S.Paulo

27 Fevereiro 2018 | 07h00

Jéssica Andrade mostrou que está pronta para disputar o cinturão peso-palha do UFC depois de derrotar Tecia Torres por decisão unânime no último sábado, no UFC Orlando. Mas, quem pensa que o próximo combate de brasileira será pelo título, pode estar enganado.

+ Jéssica Andrade exalta adversária: 'Lutar com a Tecia Torres é uma honra'

Em entrevista exclusiva ao Estado, a brasileira revelou que, ao superar Tecia, vai pedir um combate no UFC Rio. "Até hoje na minha carreira toda eu só fiz duas lutas no Brasil pelo UFC e já estou sentido falta. Mas, faz parte, vamos ver o que vai acontecer. Com a vitória eu com certeza vou pedir para lutar no Rio", afirmou.

Apesar da vontade de pisar no octógono brasileiro, Jéssica conta que não será tarefa fácil garantir uma resposta positiva do Ultimate. "Tudo o que eu queria era lutar no Rio, mas não como vai ser, se a organização vai querer. Se tudo der certo eu vou disputar o cinturão, só não sei se será agora ou vou ter outra luta antes. Eles (UFC) são muito imprevisíveis", disse.

O UFC Rio está marcado para o dia 12 de maio, sendo assim, a brasileira teria um curto tempo de preparação entre o seu último duelo e o próximo, algo que não incomoda: "Eu lutaria sem problema nenhum, já estou acostuma a sair de um camp e entrar em outro. O corpo já está condicionado para continuar nos treinamentos. Agora é só saber o adversário e com certeza seria muito bom voltar para o Brasil."

Entre os duelos já confirmados para o UFC Rio, o destaque vai parar Vitor Belfort e Lyoto Machida. O combate marca a despedida do "Fenômeno", que irá se aposentar. Questionada sobre o possível resultado da luta, Jéssica não hesita em dizer quem sairá com a vitória: "O Vitor sempre foi um cara muito agressivo e o Lyoto trabalha muito bem no contragolpe, acredito que nessa luta o Lyoto vence. Ele é muito imprevisível, não dá para saber o que vai acontecer e quando você vê a mão dele já entrou. O Vitor perde muito gás rápido, o Lyoto vai levar essa para casa", finalizou.

Veja as lutas que já estão confirmadas no UFC Rio 9 até o momento:

Peso-galo: Amanda Nunes x Raquel Pennington

Peso-médio: Vitor Belfort x Lyoto Machida

Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum

Peso-leve: Davi Ramos x Nick Hein

Peso-meio-médio: Alberto Miná x Ramazan Emeev

Peso-pesado: Júnior Albini x Alexey Oleynik

Peso-médio: Cézar Mutante x Karl Roberson

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.