Ivan Alvarado/Reuters
Ivan Alvarado/Reuters

Beatriz Ferreira fatura ouro para o boxe nos Jogos Pan-Americanos

Brasileira supera argentina Daiana Sanchez na decisão; Herbert da Conceição conquista prata

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de agosto de 2019 | 23h51

O Brasil voltou a subir no lugar mais alto do pódio no boxe dos Jogos Pan-Americanos após 12 anos. A peso leve Beatriz Ferreira conquistou a medalha de ouro na categoria leve (até 60 quilos), ao derrotar a argentina Daiana Sanchez. O último campeão pan-americano foi Pedro Lima, no Rio, em 2007.

Com várias conquistas internacionais, Bia mostrou força e concentração desde o primeiro round. Ganhou os dois primeiros rounds com certa facilidade e no último administrou a vantagem. Os jurados foram unânimes ao apontar a vitória: 30 a 27. O boxe conquistou seis medalhas em Lima. Uma de ouro, três de prata e duas de bronze.

No masculino, Herbert da Conceição teve uma boa atuação contra o cubano Arlen López, atual campeão olímpico e mundial na categoria dos médios (75 quilos).

A luta foi equilibrada durante os nove minutos dos três rounds disputados, mas o canhoto boxeador de Cuba apresentou maior precisão nos golpes, principalmente nos cruzados de esquerda.

Na busca de atrapalhar o desempenho do adversário, Herbert, que é destro, chegou a troca de guarda para canhoto. No terceiro assalto, o brasileiro foi à lona, por causa de um desequilíbrio, o que não rendeu pontuação para o lutador caribenho. No minuto final da luta, os boxeadores trocaram golpes, mas não conseguiram atingir o rival de forma contundente. 

López venceu forma unânime. Quatro jurados marcaram 30 a 27, com o cubano vencedor em todos os rounds. Outro anotou um round para o brasileiro (29 a 28 para o pugilista de Cuba).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.