International Judo Federation/Divulgação
International Judo Federation/Divulgação

Beatriz Souza leva o ouro e consegue 2ª medalha para o judô brasileiro em Abu Dabi

Judoca brasileira de 23 anos entrou direto na semifinal da competição por ser a cabeça de chave número 1 do pesado feminino

Redação, Estadão Conteúdo

28 de novembro de 2021 | 17h27

Depois do bronze conquistado por Ketleyn Quadros no sábado, o Brasil conseguiu outra medalha, desta vez de ouro, no Grand Slam de Abu Dabi, etapa que encerra a temporada do Circuito Mundial de judô. A responsável pela conquista foi Beatriz Souza, que ficou com o primeiro lugar da categoria até 78kg ao vencer a francesa Lea Fontaine na grande final.

Cabeça de chave número 1 do pesado feminino, a brasileira de 23 anos não precisou disputar as primeiras fases do torneio e entrou direto na semifinal para enfrentar Adiyasuren Amarsailkhan, da Mongólia. Com apenas 14 segundos de luta, ela aplicou um ippon, venceu a adversária e garantiu a vaga na decisão pela medalha de ouro. 

Na sequência, veio a luta contra Lea Fontaine, adversária que Beatriz já havia enfrentado e vencido em outras duas oportunidades. Um wazari encaixado logo no início deu boa vantagem para a judoca do Brasil controlar o combate e conseguir a terceira vitória sobre a francesa, conquistando a medalha de ouro. 

Beatriz Souza ficou de fora dos Jogos Tóquio, disputados entre julho e agosto deste ano, após briga acirrada pela vaga olímpica com Maria Suelen Altheman, que foi para o Japão e acabou eliminada para francesa Romane Dicko nas quartas de final. Agora em novo ciclo, Beatriz inicia com o pé direito a caminhada em busca do sonho de estar nos Jogos de Paris em 2024.

Antes do ouro deste domingo, o Brasil conseguiu outra medalha em Abu Dabi no sábado. Porta-bandeira em Tóquio, onde foi sétima colocada, e medalhista nos Jogos de Pequim em 2008, a veterana Ketleyn Quadros, de 34 anos, venceu a checa Renata Zachova e conquistou a medalha de bronze na categoria até 63kg.

Outra representante do Brasil, Eduarda Rosa, de apenas 20 anos, também lutou no sábado e perdeu para a mongol Enkhchimeg Tserendulan, na categoria até 70kg. Assim, acabou eliminada. Vice-campeã do Brasileiro Júnior, ela participou pela primeira vez de uma etapa de Grand Slam.

Tudo o que sabemos sobre:
judôKetleyn QuadrosBeatriz Souza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.