Rebecca Blackwell/AP
Rebecca Blackwell/AP

Bicampeão olímpico de tae kwon do é acusado de abuso sexual nos Estados Unidos

Steven López foi suspenso por quatro meses pelo US Center for SafeSport, organização não-governamental dos EUA que combate qualquer tipo de abuso no esporte

Estadão Conteúdo

07 Setembro 2018 | 21h56

O norte-americano Steven López, bicampeão olímpico de tae kwon do, foi suspenso preventivamente nesta sexta-feira devido acusações de abuso sexual contra uma menor de idade. O US Center for SafeSport, organização não-governamental dos Estados Unidos que combate qualquer tipo de abuso no esporte, anunciou a suspensão inicial de quatro meses enquanto López é investigado.

O lutador de origem nicaraguense ainda pode apelar contra a decisão. López, de 39 anos, é pentacampeão mundial e foi medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Sydney-2000 e de Atenas-2004. Em Pequim-2008 ele ainda conseguiu um bronze.

López havia sido suspenso inicialmente em maio, dias depois que quatro mulheres fizeram a denúncia em uma corte federal acusando a Federação de tae kwon do e o Comitê Olímpico do país de tráfico sexual.

De acordo com a denúncia, as duas entidades estavam permitindo que meninas menores de idade participassem de treinamentos ao lado de López e de seu irmão Jean, que também é acusado de abuso e hoje é treinador. A partir daí, as mulheres apresentaram o caso à SafeSport, que suspendeu os dois lutadores.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.