(Gabriela Sabau/IJF)
(Gabriela Sabau/IJF)

Brasil começa Grand Slam de Judô com medalhas de Willian e Jéssica Lima

Time brasileiro começa a cometição em Antalya, na Turquia, com uma prata no masculino e um bronze no feminino

Redação, Estadão Conteúdo

02 de abril de 2022 | 10h12

O primeiro dia do Grand Slam de Judô de Antalya, na Turquia, iniciado na sexta-feira, terminou com duas medalhas para o Brasil. Willian Lima conquistou a prata no meio-leve masculino (até 66 kg), enquanto Jéssica Lima levou o bronze na disputa do peso leve feminino (até 57 kg). Larissa Pimenta quase aumentou a lista, mas perdeu o bronze para a francesa Astride Gneto e ficou em quinto lugar.

Willian começou sua trajetória na competição vencendo o italiano Mattia Miceli por ippon, antes de superar o afegão Ahmad Ahmadi nas oitavas de final. Na fase seguinte, teve dificuldades contra o mongol Yondonpenrelei, número 3 do mundo, mas venceu nas punições e avançou. Na semifinal, bateu Orkhan Safarov por ippon, e alcançou a final, na qual foi derrotado por Denis Vieru, moldávio que ocupa a primeira posição do ranking mundial.

"Senti que fiz uma boa competição, fiz uma evolução bem considerável. Coisas que eu estava treinando há muito tempo consegui executar aqui. Claro que não estou satisfeito com o resultado, mas ver essa evolução é gratificante para mim. Essa medalha eu dedico ao pessoal do Brasil e ao meu pai, que acabou de fazer uma cirurgia e, graças a Deus, está bem", comentou Willian.

Jessica Lima, por sua vez, passou pela norte-americana Angélica Delgado e pela polonesa Arleta Podolak antes de bater Eteri Liparteliani, da Geórgia, número 6 do mundo, nas oitavas de final. Então, nas quartas, enfrentou a israelense Timna Nelson-Levy e conquistou a vaga na semi, fase em que veio o revés para a canadense Jessica Klimkait, atual campeã mundial. O bronze veio em seguida, quando venceu a portuguesa Telma Monteiro por ippon.

"Eu estou muito feliz e emocionada hoje, porque ganhei minha primeira medalha em circuito internacional pela seleção. Na verdade estou extasiada, não sei nem explicar o que estou sentindo, estou muito emocionada. Mas, estou com a sensação de que quero mais, cada vez subir mais alto no pódio", disse Jéssica.

Fora os dois medalhistas, a judoca brasileira que se saiu melhor na sexta-feira foi Larissa Pimenta (52 kg), que ficou em quinto lugar. Eric Takabatake (66 kg), Maria Taba (52 kg) e Amanda Lima (48 kg) foram eliminados nas oitavas de final, enquanto Rafaela Silva (57 kg) caiu na segunda rodada. Já Ryan Conceição (60 kg) e Natasha Ferreira (48 kg) perderam ainda na rodada inicial.

Tudo o que sabemos sobre:
judôGrand Slam

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.