CBJ/Divulgação
CBJ/Divulgação

Brasil conquista 4 ouros no individual no Mundial Militar de Judô

Eric Takabatake, Charles Chibana, Jéssica Pereira e Rafaela Silva subiram no lugar mais alto do pódio

Estadão Conteúdo

09 Novembro 2018 | 22h17

Depois de conquistar os títulos nas disputas por equipes masculinas e femininas do Mundial Militar, o judô brasileiro voltou ao tatame do CEFAN, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, para as competições individuais. E, novamente, a equipe nacional conseguiu um bom desempenho subindo ao pódio em todas as seis categorias. Só de ouro foram quatro: Eric Takabatake (60kg), Charles Chibana (66kg), Jéssica Pereira (52kg) e a atual campeã olímpica Rafaela Silva (57kg).

A primeira medalha do dia veio com Gabriela Chibana (48kg), que derrotou a chinesa Zixiao Guo para conquistar o bronze. O primeiro ouro veio na sequência com Eric Takabatake, que conseguiu o ippon sobre o russo Gadhziev na final do peso ligeiro (60kg).

Jéssica Pereira levantou a torcida no ginásio do CEFAN ao imobilizar Yulia Kazarina, da Rússia, por 20 segundos para conquistar o título no peso leve.

Daniel Cargnin (66kg) foi o quarto brasileiro a entrar no tatame para buscar uma medalha. O bronze escapou a poucos segundos do fim da luta contra o casaque Zhengissov. Mas, nesta categoria, o Brasil chegou à grande final com Charles Chibana, que derrotou o russo Alim Balkarov com uma projeção perfeita para levar o ouro.

Da mesma forma, o Brasil também chegou às duas disputas por medalhas no peso leve feminino. Tamires Crude (57kg) conquistou o bronze ao derrotar a chinesa Yu Lan e, na final, Rafaela Silva levou a torcida à loucura com um waza-ari no "golden score" para derrotar a francesa Hélène Receveaux e conquistar mais um título mundial em casa.

A última medalha brasileira foi no peso leve masculino, com desempenho perfeito de Marcelo Contini na disputa pelo bronze, vencendo David Gamosov, da Rússia, por ippon.

O Mundial Militar terá seu último dia de competição neste sábado com as disputas dos pesos 63kg, 70kg, 78kg, +78kg, 81kg, 90kg, 100kg e +100kg.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Rafaela Silvajudô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.