Ivan Alvarado/Reuters
Ivan Alvarado/Reuters

Brasil perde duas finais do dia no boxe nos Jogos Pan-Americanos

Keno Marley foi superado pelo cubano Julio Cesar La Cruz; Jucielen Romeu perdeu da argentina Leonela Sanchez

Paulo Favero, enviado especial a Lima, O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2019 | 23h34

Nas duas finais que teve no boxe nesta quinta-feira o Brasil ficou sem a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Keno Marley acabou sendo derrotado pelo favorito Julio Cesar La Cruz na final da categoria até 81 kg e ficou com a medalha de prata, assim como Jucielen Romeu, que perdeu para a argentina Leonela Sanchez na categoria até 57 kg.

Keno enfrentou um rival que conquistou o tricampeonato no Pan e tem no currículo o título olímpico e é tetracampeão mundial. "Tentei fazer minha parte, mas ele é muito bom e experiente. De qualquer forma, estou feliz com o meu resultado aqui em Lima", afirmou o brasileiro, que não teve chance diante do adversário.

Mais cedo, Cuba conquistou suas primeiras medalhas de ouro no boxe, duas em duelos contra atletas da República Dominicana. Lázaro Álvarez ganhou de Leonel de los Santos na categoria até 60 kg e Roniel Iglesias superou Rohan Polanco na categoria até 69 kg.

A derrota cubana veio na categoria até 52 kg quando Yosbany Veitía perdeu para o dominicano Rodrigo Marte. Mas Cuba conquistou mais um ouro com o super pesado (+ de 91 kg) Dainier Peró, que ganhou do colombiano Cristian Salcedo.

Nesta sexta, às 22h15 (horário de Brasília) Hebert da Conceição enfrenta o cubano Arlen López na categoria até 75 kg enquanto no feminino, às 23h45, Beatriz Soares Ferreira disputa o ouro contra Dayana Sanchez, da Argentina, na categoria até 60 kg. São as duas finais do dia com brasileiros que tentarão o título no Pan de Lima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.