Jeff Bottari/Zuffa LLC
Jeff Bottari/Zuffa LLC

Em outubro, Brasil tem mês de protagonismo no UFC com atletas nas lutas principais; veja cards

Glover Teixeira disputa o cinturão dos meio-pesados enquanto Thiago Marreta enfrenta Johnny Walker

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2021 | 15h01

Os lutadores brasileiros serão protagonistas nos eventos principais de todos os cards do UFC no mês de outubro. Existe a possibilidade de entrar em novembro com um novo cinturão nas mãos de Glover Teixeira, o que igualaria o recorde de quatro títulos que o País já teve simultaneamente, e com atletas muito próximos de uma chance de disputar o cinturão.

"O mês de outubro vai ser muito especial para nós, com as lutas principais com atletas brasileiros e mais de 20 lutadores nacionais nos cards. Teremos, assim, um número expressivo de atletas do País em ação em um único mês, com cerca de 30% do nosso plantel atual se apresentando em outubro. É um mês de grandes eventos e grandes lutas", comemora Rodrigo Minotauro, embaixador do UFC no Brasil.

Logo no dia 2 de outubro, a luta principal será entre Thiago Marreta e Johnny Walker, um duelo de dois candidatos a disputar o cinturão. O primeiro já teve sua chance e o segundo sonha com esta possibilidade. "O mês vai começar quente com esse combate de dois atletas com boas posições no ranking da categoria meio-pesado. O Marreta é um cara que tem uma posição melhor no ranking e, apesar de vir de derrotas, lutou contra os melhores da categoria e inclusive já ganhou do atual campeão. Mas ele vai pegar um Johnny Walker ascendente, vindo de vitória", diz.

Uma semana depois, em 9 de outubro, será a primeira vez com duas mulheres do Brasil liderando um card do UFC, quando Mackenzie Dern enfrenta Marina Rodriguez. "A Mackenzie é uma super campeã de jiu-jítsu e vai pegar uma das melhores strikers da atualidade no UFC entre as mulheres. A Marina vem com vitórias expressivas na categoria e acho que essa luta pode ditar uma das futuras desafiantes ao cinturão", afirma Minotauro.

Depois, em 23 de outubro Paulo Borrachinha tem uma tarefa complicada contra o italiano Marvin Vettori. "Os dois coincidentemente perderam para o mesmo adversário, o Israel Adesanya, mas acho que essa luta pode colocá-los em uma posição estratégica para no futuro estarem brigando pelo cinturão novamente."

E no dia 30 de outubro o Brasil pode encerrar o mês com chave de ouro na principal luta do UFC 267, que será entre Jan Blachowicz e Glover Teixeira, valendo o cinturão dos meio-pesados. "Será um mês que vai colocar muitos atletas brasileiros em evidência, principalmente o Glover Teixeira, que pode se tornar campeão, e outros que vão estar no final deste mês no topo de suas categorias", explica Minotauro.

"Esse evento em Abu Dabi será a chance de o Brasil ganhar mais um cinturão. Eu acho o Glover favorito para essa luta. O Jan Blachowicz é muito bom, mas acho que o Glover leva vantagem por ter um grappling muito bom e sabe fazer uma luta agarrada melhor do que o polonês, além de ter um excelente nível. Eu acho que o Brasil pode fechar o mês de outubro em grande estilo", continuou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.