Timothy A. Clary/AFP
Timothy A. Clary/AFP

Porta-voz de Conor McGregor confirma prisão por infração de trânsito na Irlanda

Lutador de UFC foi 'pego nos testes de drogas e álcool feitos na delegacia'

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de março de 2022 | 01h55

O porta-voz do ex-campeão peso dois do UFC, Conor McGregor, confirmou nesta quinta-feira, 24, sua prisão por "supostas infrações de trânsito" em Dublin, na Irlanda, sua terra natal. O esportista estava dirigindo um Bentley Continental, avaliado em mais de R$ 900 mil.  

"McGregor estava dirigindo para a academia quando foi parado pela guarda (força policial irlandesa) por supostas violações de trânsito", disse o porta-voz à Reuters em um e-mail. "Ele foi pego nos testes de drogas e álcool feitos na delegacia."

O caso aconteceu na última terça-feira, 22. De acordo com o Irish Independent, o carro de McGregor foi apreendido após sua prisão, mas já foi devolvido a ele. 

O eleito o atleta mais bem pago de 2021 pela revista Forbes foi levado para uma delegacia de polícia, onde mais tarde foi acusado e liberado sob fiança, acrescentou o relatório. O homem de 33 anos vai comparecer perante um tribunal distrital no próximo mês.

Conor já teve problemas com a justiça antes. O lutador já chegou a ser acusado de agressão, agressão sexual, comportamento violento e direção perigosa no volante.

Em 2018, o ex-campeão perdeu sua carteira de motorista após ser flagrado dirigindo em uma velocidade de 154 km/h em um local com limite de 100 km/h. O lutador também já teve que desembolsar 440 dólares por novamente dirigir de forma perigosa. /Reuters 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.