Divulgação/UFC
Divulgação/UFC

Conor McGregor 'rouba' cinturão de José Aldo em coletiva

Luta do UFC 189 está marcada para dia 11 de julho, em Las Vegas

O Estado de S. Paulo

31 Março 2015 | 17h53

Conor McGregor mais uma vez provocou o brasileiro José Aldo durante a Turnê Mundial do UFC 189, que divulga a luta que vai ocorrer no dia 11 de julho, em Las Vegas, e vale o cinturão dos pesos pena. O irlandês agitou o grande público que acompanhava a coletiva de imprensa em Dublin, sua terra natal, ao 'roubar' o cinturão do brasileiro.

Um confronto maior só foi evitado porque Dana White, chefão do UFC, conseguiu separar os dois lutadores. Muito vaiado, o brasileiro rebateu a atitude de McGregor e os gritos da torcida de 'uh, vai morrer' com mais provocação.

'Ele só tem que pegar rápido o cinturão ou comprar um, porque eu sempre serei o campeão. Minha nação conhece um campeão, como eu sou. Já enfrentei coisas piores, já vi muito mais. Já lutei para 55 mil pessoas, enquanto aqui tem no máximo dois mil. Vocês vão continuar chorando em casa atrás de um campeão', disse Aldo

O brasileiro também foi vaiado durante a pesagem da luta em Nova York. Na ocasião, o campeão dos meio-médios, Robbie Lawler, saiu em defesa de Aldo. 'Esse cara tem apenas uma derrota, lutou com os melhores várias vezes, e os fãs não estão mostrando nenhum respeito'.

Em todas as oito cidades onde os dois lutadores estiveram para promover o combate, o irlandês fez alguma provocação a Aldo. Na última semana, McGregor postou em sua conta no Instagram uma grande pilha de dinheiro e disse que ganharia três vezes mais que o brasileiro (pouco mais de R$ 380 mil) para lutar. A informação não foi confirmada pelo UFC.

 

Mais conteúdo sobre:
UFC Lutas MMA José Aldo UFC 189

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.