Jason Smith/ USA Today Sports
Jason Smith/ USA Today Sports

Cris Cyborg provoca Ronda: 'precisará de cirurgia no rosto após luta'

Curitibana vem de vitória e almeja combate com a norte-americana

O Estado de S.Paulo

07 Outubro 2016 | 13h07

Vindo de vitória por nocaute contra Lina Lasberg, pela luta principal do UFC Brasília, Cris Cyborg segue aguardando uma oportunidade de enfrentar a ex-campeã peso-galo da entidade, Ronda Rousey. Em entrevista ao programa Speak for Yourself, a brasileira se mostrou confiante em um triunfo.

"Na minha última luta, eu quebrei o nariz da garota em três lugares. Com certeza se eu enfrentar a Ronda ela vai precisar de cirurgia no rosto depois da nossa luta. E eu não estou brincando", afirmou a lutadora que detém o cinturão peso-pena do Invicta.

O desejo da curitibana em enfrentar "Rowdy" é antigo, entretanto, pode ter que esperar um pouco mais. Isso porque a norte-americana também já foi desafiada por Amanda Nunes, atual campeã dos galos

"A Ronda não diz nada. Ela sequer fala o meu nome. Ela usou o Dana White e a mãe dela para falar de mim, porque sabe que se disser meu nome terá que me enfrentar. Ela sabe", afirmou Cyborg.

A brasileira de 31 anos, que já foi apontada algumas vezes como melhor lutadora de todos os tempos, possui um cartel de 17 vitórias, uma derrota e uma luta sem resultado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.