Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação/IJF
Divulgação/IJF

Daniel Cargnin é prata e Sarah Menezes fica com bronze no Grand Prix em Tbilisi

Brasileira retorna à categoria até 48kg e sobe ao pódio; jovem de 20 anos perde final entre os atletas de até 66kg

Estadão Conteído

30 de março de 2018 | 13h26

O judô brasileiro começou bem a disputa do Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia. Nesta sexta-feira, primeiro dia de disputas, o País subiu ao pódio duas vezes: com o jovem Daniel Cargnin, de apenas 20 anos, prata na categoria para judocas até 66kg, e a campeã olímpica de Londres-2012 Sarah Menezes, bronze entre as atletas até 48kg.

+ Seleção brasileira de judô se prepara forte para brilhar nos tatames

Em seu primeiro treino no retorno à categoria ligeiro, após uma temporada competindo entre as atletas até 52kg, Sarah terminou na terceira colocação. Ela estreou com vitória por wazari sobre a russa Daria Pichkaleva, perdeu na sequência para a sérvia Milica Nikolic pelo número de punições, mas se recuperou e venceu holandesa Amber Gerjes, por wazari, e a britânica Kimberley Renicks, por ippon, para garantir o bronze.

"Para mim, esse bronze foi de extrema importância, pois estou retornando à categoria ligeiro neste momento. Então, essa medalha foi maravilhosa. Agora é continuar focada, porque semana que vem já lutarei na Turquia, no Grand Prix de Antalya", comentou.

Já Daniel Cargnin ficou a uma vitória do ouro. Ele venceu três das suas quatro primeiras lutas por ippon, contra o alemão Michel Adam, o usbeque Shakhram Akhadov e o iraniano Alireza Khojasteh, e uma por wazari, diante do francês Kevin Azema. Na decisão, diante do georgiano Vazha Margvelashvili, ainda levou a disputa para o golden score, mas sofreu a terceira punição e foi eliminado.

"Estou feliz com a medalha e com o aprendizado que estou levando para casa. Semana que vem, já tem Turquia para lutar. Eu estou na transição de júnior para sênior, então, para mim, é importante pegar essa bagagem e fico feliz com essa oportunidade", celebrou o jovem judoca.

Os outro quatro brasileiros que foram ao tatame nesta sexta ficaram longe da briga por medalhas. Também na categoria até 66kg, Michael Marcelino caiu logo na estreia, assim como Kamila Silva (57kg) e Ítalo Carvalho (60kg). Já Tamires Crude (57kg) terminou em sétimo após cair na repescagem para a italiana Martina Lo Giudice.

Mais nove judocas do País lutarão até o fim da competição, no domingo. Neste sábado, entraram em ação: Alexia Castilhos (63kg), Yanka Pascoalino (63kg), Bruna Silva (70kg), Jeferson Santos Júnior (73kg) e David Lima (73kg). No dia seguinte, será a vez de: Rafael Macedo (90kg), Gustavo Assis (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg) e Jonas Inocêncio (+100kg).

Tudo o que sabemos sobre:
JudôDaniel CargninSarah Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.