Divulgação
Divulgação

David Moura fatura o ouro e acirra briga por vaga na Olimpíada

Ouro na Bulgária está à frente de Rafael Silva no ranking

Estadão Conteúdo

31 Janeiro 2016 | 13h43

Os judocas brasileiros fizeram bonito no último dia de disputa do Aberto de Sofia, na Bulgária. Neste domingo, David Moura faturou a medalha de ouro na categoria acima de 100 quilos, enquanto Luciano Corrêa foi prata na disputa até 100 quilos. Outro atleta do País na disputa, Eduardo Bettoni (-90kg) foi eliminado precocemente e ficou de fora da briga pelo pódio.

Com a medalha de ouro, David Moura acirra a disputa pela vaga brasileira na categoria na Olimpíada do Rio, este ano. Ele está à frente de Rafael Silva no ranking mundial neste momento e a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) levará em conta a lista para definir os 14 convocados para os Jogos.

A caminhada da conquista de David Moura começou com vitória por yuko sobre o esloveno Vito Gragic. Depois, o brasileiro bateu o ucraniano Nodar Machutadze, por ippon, e o italiano Alessio Mascetti, novamente por yuko. Até que na final, precisou de somente um minuto para derrotar o israelense Or Sasson por ippon e faturar o ouro.

Luciano Corrêa teve trajetória parecida. Na estreia, bateu o georgiano Aleksandre Zaalishvili por yuko, depois passou pelo austríaco Christoph Kronberger por ippon e pelo georgiano Lasha Taveluri, novamente por ippon. Mas na decisão, o brasileiro sucumbiu diante do egípcio Ramadan Darwish, que levou a melhor com um wazari.

A trajetória de Eduardo Bettoni foi a mais curta. Ele até avançou na primeira rodada, após derrotar o holandês Rico Harder por dois yukos a zero, mas acabou eliminado logo na sequência pelo bielo-russo Ihar Zhukau por ter uma penalização a mais que o adversário: 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.