Buda Mendes/Reprodução UFC
Buda Mendes/Reprodução UFC

'É a luta mais importante da minha carreira', diz Wilson Reis antes de desafio pelo título do UFC

Brasileiro enfrenta o norte-americano Demetrious Johnson no UFC Kansas City

Andreza Galdeano, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2017 | 10h51

A partir deste sábado, mais um brasileiro pode erguer o cinturão na principal competição de MMA do mundo. Dessa vez, Wilson Reis é o desafiante da categoria peso-mosca no UFC Kansas City, realizado nos Estados Unidos. Mas a tarefa será árdua para o mineiro, que terá pela frente Demetrious Johnson, americano que luta para igualar a marca de Anderson Silva e ser o maior defensor de títulos da organização.

Em entrevista exclusiva ao Estado, Wilson Reis mostra tranquilidade e não se assusta com os números do americano, que chega em sua décima defesa do cinturão. "O Demetrious tem todo o mérito de ter chegado nessa posição e o Anderson Silva também. Mas eu nem penso muito. Meu trabalho é ir lá e ganhar", conta.

Confiante, o brasileiro não hesita na hora de afirmar: "Sem dúvidas, essa é a luta mais importante da minha carreira".

Como está a preparação em busca do título peso-mosca?

Estou treinando em San Diego. Bem focado e tranquilo. Vindo da preparação do UFC 208, descansei por duas semanas e me ofereceram essa luta. Então, venho embalado e preparado.

Explorar a luta em pé será uma das estratégias dentro do octógono? 

Sim, temos a nossa estratégia, focar no meu jogo de MMA, parte de pé, prevalecendo a luta em pé com o Demetrious. Ele tem uma movimentação muito boa, a gente quer encurtar, encurralar. Mas, estou pronto para lutar em qualquer área. Quero levar a luta para o chão e finalizar no jiu-jitsu. Vou estar em casa, faz parte da estratégia. Vamos ganhar dele com muita pressão e inteligência.

Demetrious Johnson vem embalado com a sequência de 11 vitórias no Ultimate. O número causa uma pressão maior?

Não é pressão nenhuma. Quero manter a sequência de vitórias, mas o mais importante é conquistar o cinturão. É um momento muito feliz, três vitorias seguidas e só quero seguir esse trabalho que tem sido feito.

Além das últimas vitórias, o americano pode alcançar a marcar de 10 defesas seguidas de cinturão, um número que apenas o Anderson Silva tem. O que você vai fazer para ajudar o seu compatriota a não ser superado?

Não penso muito nisso. O Demetrious tem todo o mérito de ter chegado nessa posição e o Anderson Silva também. Óbvio que não quero que ele se iguale ao Anderson. Mas eu nem penso muito. Meu trabalho é ir lá e ganhar.

É a principal luta da sua carreira?

Sem dúvidas, essa é a luta mais importante da minha carreira. Estou 100% confiante. Desde que eu vim para o peso-mosca eu acreditava que seria campeão e agora estou cada vez mais perto.

Nas redes sociais, muitos brasileiros estão tomando conta das suas publicações com comentários para lhe desejar boa sorte. Como esse carinho dos fãs estimulam você dentro do octógono?

Muito bom o apoio dos fãs. Cada comentário que leio fico muito feliz, me motiva ainda mais para treinar mais forte e ficar mais focado. Eu quero presenteá-los com essa vitória. Todo mundo que apoia e torce por mim.

Muitas vezes você é classificado como um dos lutadores brasileiros que não tem um grande apelo com o público, que passa desapercebido. A possível conquista o cinturão é o primeiro passo para mudar esse ponto de vista?

O que mais quero é representar o Brasil e ser reconhecido no Brasil pelo meu trabalho. Tudo o que venho fazendo é para coroar isso. Quero poder defender meu cinturão no País para aumentar ainda mais a minha popularidade. Vai ser apenas o começo.

CONFIRA O CARD:

UFC Kansas City, 15 de abril

CARD PRINCIPAL

Peso-mosca: Demetrious Johnson x Wilson Reis

Peso-palha: Rose Namajunas x Michelle Waterson

Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Robert Whittaker

Peso-pena: Jeremy Stephens x Renato Moicano

CARD PRELIMINAR 

Peso-pesado: Alexander Volkov x Roy Nelson

Peso-galo: Patrick Williams x Tom Duquesnoy

Peso-leve: Bobby Green x Rashid Magomedov

Peso-mosca: Louis Smolka x Tim Elliott

Peso-meio-pesado: Devin Clark x Jake Collier

Peso-médio: Anthony Smith x Andrew Sanchez

Peso-galo: Aljamain Sterling x Augusto Tanquinho

Peso-meio-médio: Zak Cummings x Nathan Coy

Peso-galo: Ashlee-Evans Smith x Ketlen Vieira

Tudo o que sabemos sobre:
UFCMMAUFC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.