Em retorno após bronze no Rio, Maicon Andrade perde para algoz olímpico em Baku

Brasileiro perdeu logo na estreia do GP de Taekwondo para Abdoul Razak Issofou, do Niger

Redação, Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2016 | 17h56

Considerado o mais surpreendente medalhista do Brasil nos Jogos do Rio, Maicon Andrade voltou a competir neste sábado e caiu exatamente para o seu algoz na Olimpíada. No Grand Prix de Tae Kwon Do, em Baku, o mineiro foi eliminado ao perder para Abdoul Razak Issoufou, do Níger, na sua estreia entre os lutadores com mais de 80kg.

No Rio-2016, Maicon Siqueira perdeu para o nigerino, que tem 2,07 metros, nas quartas de final. Depois, porém, se recuperou e com mais dois triunfos, faturou a medalha de bronze no penúltimo dia da Olimpíada, enquanto seu algoz levou a prata.

Neste sábado, o revés de Maicon, por 3 a 0, veio no golden point e encerrou precocemente a participação do brasileiro na sua primeira competição após os Jogos do Rio e a primeira no novo ciclo olímpico.

Além de Maicon, outros dois brasileiros competiram neste sábado em Baku. Raphaella Galacho (mais de 67kg) também perdeu na estreia, para a holandesa Reshmie Oogink por 7 a 0.

Assim, o único brasileiro a deixar Baku com uma vitória neste sábado foi Henrique Moura (até 68kg). Ele superou, no golden point, na sua estreia o mexicano Abel Mendoza por 1 a 0. Na sequência, porém, parou no belga Jaouad Achab, campeão mundial em 2015, por 11 a 3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.