Jayne Kamin-Oncea/USA Today Sports
Jayne Kamin-Oncea/USA Today Sports

Esquiva Falcão e Robson Conceição vão lutar no Rio em março

Com chances de disputar título mundial este ano, medalhistas olímpicos farão parte do evento Boxing For You

Wilson Baldini Jr., O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2019 | 04h30

O boxe brasileiro vai ter uma noite histórica em 31 de março. Os medalhistas olímpicos Esquiva Falcão e Robson Conceição vão lutar em Mangaratiba, no Rio. Será a primeira vez que os dois vão se apresentar no Brasil como profissionais.

O evento fará parte do Boxing For You, maior evento de boxe do País. O SporTV vai transmitir ao vivo e não haverá venda de ingressos. Apenas convidados poderão acompanhar os combates que serão realizados em um resort. Adriana Araújo, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, é outra atração.

Os dois boxeadores estão invictos no profissionalismo e têm boas chances de disputar o título mundial este ano. Esquiva, prata em Londres-2012, tem 29 anos e soma 22 vitórias, com 15 nocautes. Ele é o sexto colocado no ranking da Associação Mundial de Boxe entre os pesos médios. Robson, de 30 anos, somou na sexta-feira o 11.º triunfo consecutivo (cinco nocautes) ao vencer o mexicano Hector Suárez pontos. O baiano, campeão olímpico no Rio, em 2016, tem como objetivo disputar o cinturão dos penas. Os adversários ainda não foram definidos.

Esquiva e Robson são contratados da Top Rank, maior empresa de boxe do mundo, que tem como dono o lendário Bob Arum. Esquiva luta e treina nos Estados Unidos. Seu treinador é Robert Garcia, que possui academia na Califórnia.

“É um marco na minha carreira lutar no Brasil, um sonho que será realizado depois de fazer 22 combates como profissional no exterior. A estrutura que me foi apresentada para o Boxing For You é a mesma que encontro em cards internacionais. Entro para dar mais um show e mostrar que serei o próximo desafiante ao título mundial dos médios”, disse Esquiva.

Robson também luta em ringues norte-americanos, mas atualmente treina em Salvador, na Bahia, sua cidade natal, com Luiz Dórea, técnico que revelou Acelino Popó Freitas, tetracampeão mundial.

“Estou muito feliz em lutar no Brasil, perto da minha torcida, que tanto me apoia. Tenho certeza de que sentirei a mesma energia de quando ganhei o ouro olímpico no Rio, e irei retribuir com um grande show de boxe. Vamos fazer história”, disse.

O empresário Sergio Batarelli, organizador do Boxing For You, destaca a importância de um evento internacional no Brasil com nomes de peso e medalhistas olímpicos. “O Brasil já teve grandes ídolos no boxe, mas a falta de estrutura no esporte não permitiu que a modalidade se tornasse uma plataforma sustentável. O Brasil e a América Latina serão impactados com uma competição diferente, mas preservando qualidade técnica e a essência do boxe”, disse.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.