Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Steve Marcus/Reuters
Steve Marcus/Reuters

Forbes divulga lista dos atletas mais bem pagos do mundo com McGregor no topo e Neymar em sexto

Messi e Cristiano Ronaldo completam o pódio; LeBron James, Lewis Hamilton, Tom Brady e Roger Federer aparecem no top-10

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de maio de 2021 | 17h46

A lista dos atletas mais bem pagos do mundo, realizada pela revista Forbes, teve um líder inédito neste ano: o lutador de MMA e estrela do UFC Conor McGregor superou Messi e Cristiano Ronaldo e chegou ao topo, com o total de US$180 milhões de dólares (R$ 940 milhões) arrecadados nos últimos 12 meses. No top-10, há apenas um brasileiro, Neymar, que aparece na sexta posição.

A pandemia afetou menos do que se poderia esperar. Apesar de alguns clubes terem diminuído os vencimentos de algumas de suas estrelas, os dez atletas mais bem pagos do mundo arrecadaram juntos 28% a mais em 2020 do que o top-10 de 2019. A Forbes considera o período entre 1º de maio de 2020 e 1º de maio de 2021 para o levantamento.

Segundo a Forbes, a maioria dos ganhos de McGregor veio da venda de sua participação majoritária na marca de uísque Proper No. 12 para a empresa Proximo Spirits por 150 milhões de dólares (R$ 796 milhões). McGregor só havia aparecido no ranking anteriormente no top-10 em 2018. Além da marca de bebidas, recentemente o lutador do UFC disse que pensava em comprar o Manchester United.

Neymar ficou na sexta posição, tendo recebido US$ 95 milhões (R$ 496 milhões), praticamente a mesma quantidade do ano anterior - dos quais a maior parte foi de seus vencimentos no PSG (US$ 76 milhões ou R$ 403 milhões), enquanto o resto veio de patrocínios. O jogador deve aparecer mais para cima no ranking do próximo ano, já que assinou novo contrato com o time francês no último sábado, 08.

Antes de Neymar, aparecem Messi (R$ 679 milhões), que teve parte de seus vencimentos reduzidos pelo Barcelona em meio à pandemia; Cristiano Ronaldo (R$ 627 milhões), Dak Prescott R$ 561,5 milhões, quarterback do Dallas Cowboys, da NFL, e LeBron James R$ 504 milhões, do basquete, outro que ganhou menos por conta da pandemia.

 

Confira o top-10 completo, com os valores convertidos em real:

Conor McGregor (MMA - UFC) - R$ 940 milhões

Lionel Messi (futebol - Barcelona) - R$ 679 milhões

Cristiano Ronaldo (futebol - Juventus) - R$ 627 milhões

Dak Prescott (futebol americano - Dallas Cowboys) - R$ 561,5 milhões

Lebron James (basquete - Los Angeles Lakers) - R$ 504 milhões

Neymar (futebol - PSG) - R$ 496 milhões

Roger Federer (tênis) - R$ 470 milhões

Lewis Hamilton (fórmula 1 - Mercedes) - R$ 428 milhões

Tom Brady (futebol americano - Tampa Bay Buccaneers) - R$ 397 milhões

Kevin Durant (basquete - Brooklyn Nets) - R$ 392 milhões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.