Reprodução
Reprodução

Imagens fortes: canadense perde dedo durante luta de MMA e se irrita quando juiz termina combate

Khetag Pliev conseguiu ter o dedo reconectado à mão posteriormente, ao ir para o hospital e passar por cirurgia

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de abril de 2021 | 22h36

O lutador russo naturalizado canadense Khetag Pliev passou por momentos bastante estranhos na noite da última quinta-feira, enquanto lutava contra Devin Goodale no evento de MMA CFFC 94 na Filadélfia: teve um dedo decepado e seguiu lutando, até o juiz notar e encerrar o combate.

Com a interferência do árbitro no segundo round, foi declarada a vitória de Goodale por nocaute técnico, o que revoltou Pliev. O canadense ignorava a perda do anelar da mão esquerda e queria seguir lutando, mas não teve jeito.

Assim que se notou o ocorrido, a perplexidade tomou conta da arena. O sistema de som chegou a pedir para que o público presente procurasse o dedo. Contudo, o pedaço que faltava foi encontrado dentro da luva de Pliev.

O lutador foi encaminhado para o hospital, para passar por uma cirurgia que tentaria reconectar o dedo na mão. A operação foi bem-sucedida e o repórter Marc Raimondi, da ESPN norte-americana, compartilhou uma foto que recebeu do estafe de Pliev.

"No segundo round, ele agarrou minha luta com uma mão e segurou. Eu senti meu dedo estralar. Ele continuou puxando minha luva e meu dedo estralou. Continuamos lutando. Quando o segundo round terminou, eu vi que meu osso estava à vista. Eu queria continuar lutando, porque senti que tinha o cara na mão. Mas o médico viu e parou a luta", comentou Pliev à ESPN americana. Ele prometeu apelar à Comissão Atlética da Pensilvânia para mudar o resultado da luta, alegando que o ato de Goodale de agarrar suas mãos foi ilegal.

Tudo o que sabemos sobre:
MMA [artes marciais mistas]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.