Divulgação
Divulgação

José Aldo faz reunião com o UFC: 'Cada um tem que seguir o seu caminho'

Brasileiro já declarou que pretende se aposentar do MMA

O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2016 | 10h58

José Aldo está cada vez mais próximo de deixar o MMA. Nesta quarta-feira, o lutador esteve reunido com o presidente do UFC para uma reunião, em Las Vegas, nos Estados Unidos, e disse que mantém sua decisão, mas não adiantou o posicionamento da organização.

“Por mim, já decidi. Não tenho que pensar mais nada. Sempre tive a ideia definida. Quando falo uma coisa, nunca é um blefe ou nada disso. Tenho a ideia na cabeça, sempre foi isso que eu quis. Não teve proposta, caso a pensar ou não. Só passei meu ponto de vista, o carinho que tenho por eles e eles comigo também. É muito legal, mas cada um tem que seguir o seu caminho”, disse o manauara ao canal Combate.

Mesmo com o distanciamento entre o lutador e o Ultimate, o atual campeão interino dos penas fez questão de ressaltar o bom relacionamento com Dana. “Foi ótimo, como a gente esperava. Falei tudo o que tinha que falar, está ótimo. Tem a parte deles e a minha. Agradeci tudo o que fizeram por mim e agradeci ao Dana pela paciência. Não sei (se volto a lutar). O futuro vai dizer”.

A confirmação da luta entre Conor McGregor e Eddie Alvarez no UFC de Nova York, dia 12 de novembro, foi o grande estopim para José Aldo decidir parar de lutar. O brasileiro não aceitou o fato do irlandês fazer sua terceira luta em outra categoria sem fazer qualquer defesa do cinturão dos penas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.