Divulgação
Divulgação

José Aldo faz reunião com o UFC: 'Cada um tem que seguir o seu caminho'

Brasileiro já declarou que pretende se aposentar do MMA

O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2016 | 10h58

José Aldo está cada vez mais próximo de deixar o MMA. Nesta quarta-feira, o lutador esteve reunido com o presidente do UFC para uma reunião, em Las Vegas, nos Estados Unidos, e disse que mantém sua decisão, mas não adiantou o posicionamento da organização.

“Por mim, já decidi. Não tenho que pensar mais nada. Sempre tive a ideia definida. Quando falo uma coisa, nunca é um blefe ou nada disso. Tenho a ideia na cabeça, sempre foi isso que eu quis. Não teve proposta, caso a pensar ou não. Só passei meu ponto de vista, o carinho que tenho por eles e eles comigo também. É muito legal, mas cada um tem que seguir o seu caminho”, disse o manauara ao canal Combate.

Mesmo com o distanciamento entre o lutador e o Ultimate, o atual campeão interino dos penas fez questão de ressaltar o bom relacionamento com Dana. “Foi ótimo, como a gente esperava. Falei tudo o que tinha que falar, está ótimo. Tem a parte deles e a minha. Agradeci tudo o que fizeram por mim e agradeci ao Dana pela paciência. Não sei (se volto a lutar). O futuro vai dizer”.

A confirmação da luta entre Conor McGregor e Eddie Alvarez no UFC de Nova York, dia 12 de novembro, foi o grande estopim para José Aldo decidir parar de lutar. O brasileiro não aceitou o fato do irlandês fazer sua terceira luta em outra categoria sem fazer qualquer defesa do cinturão dos penas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.