Judô brasileiro conquista dois bronzes no 1º dia do Aberto de Roma

Lincoln Neves e Marcelo Contini garantem medalhas na categoria até 73kg na capital italiana

Estadão Conteudo

18 Fevereiro 2017 | 15h46

O judô brasileiro fez bonito no primeiro dia de disputa do Aberto de Roma, na Itália, só com homens na disputa. Neste sábado, Lincoln Neves e Marcelo Contini, ambos na categoria leve (até 73kg) subiram ao pódio e faturaram o bronze. Já no Aberto Oberwart, na Áustria, as mulheres não repetiram o desempenho e terminaram sem medalhas.

Com equipes renovadas em ambas as competições, o Brasil mostrou sua força entre os pesos leves. Marcelo Contini passou pelo alemão Julian Kolein na estreia graças a um wazari no golden score. Com a mesma pontuação, mas no tempo normal, ele eliminou na sequência o russo Lasha Lomidze.

Contra o britânico Eric Ham, Marcelo conseguiu seu primeiro ippon, mas já na sequência, caiu nas semifinais para o japonês Yuhei Yoshida graças a um wazari. O brasileiro, então, se recuperou e garantiu a medalha de bronze ao derrotar o francês Benjamin Axus.

A trajetória de Lincoln Neves foi similar, inclusive com o mesmo algoz. Nas duas primeiras lutas, o brasileiro passou por Tristan Availini, da França, e Enrico Parlati, da Itália, com ippons. Já no terceiro combate, no entanto, também caiu para o japonês Yoshida, que lhe aplicou um golpe perfeito.

Como Marcelo, Lincoln se recuperou rapidamente e, na repescagem, passou por Erich Ham novamente com um ippon. Na luta que valia o bronze, conseguiu um wazari para derrotar o romeno Alexandru Raicu.

O Brasil ainda teve mais dois judocas no tatame em Roma neste sábado, mas eles não tiveram o mesmo sucesso. Michael Marcelino (-60kg) venceu o francês Vincent Manquest na estreia, mas perdeu para o japonês Taikoh Fujisaka na sequência. Já Daniel Cargnin (-66kg) eliminou Martin Vegvari, da Hungria, e Alexandre Mariac, da França, antes de perder para o britânico Samuel Hall.

ABERTO DE OBERWART

Entre as mulheres, a melhor brasileira neste sábado foi Yanka Pascoalino. Na categoria para judocas até 63kg, a brasileira venceu três de suas lutas, mas caiu na decisão da medalha de bronze. Ela levou um ippon da espanhola Isabel Puche, que subiu ao pódio.

Ketelyn Nascimento (-57kg) perdeu logo na estreia. Larissa Farias (-48kg) e Maria Taba (-52kg) até venceram o primeiro combate, mas caíram na sequência e também ficaram longe da briga por medalhas. Já Jéssica Lima (-52kg) venceu as duas primeiras lutas, mas caiu nas duas seguintes e teve que se contentar com o sétimo lugar.

Mais conteúdo sobre:
Judô judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.