AFP PHOTO/Toshifumi Kitamura
AFP PHOTO/Toshifumi Kitamura

Judô brasileiro se despede de 2018 em duelo contra Japão no Desafio Internacional

Rafaela Silva, Maria Portela, David Lima e outros integram grupo que disputa competição no interior da Bahia

Redação, Estadão Conteúdo

19 Dezembro 2018 | 15h46

O judô do Brasil se prepara para a sua última competição em 2018. Liderada por Rafaela Silva, campeã olímpica nos Jogos do Rio-2016, a seleção brasileira fará nesta quinta e sexta-feira um desafio internacional contra o Japão, em evento amistoso realizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), no ginásio do Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, no interior da Bahia.

Para o desafio, a seleção brasileira de judô foi escalada com David Lima (73kg), Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg), Giovanni Ferreira (90kg) e Leonardo Gonçalves (+90kg), no masculino, e com Rafaela Silva (57kg), Maria Portela (70kg), Beatriz Souza (+70kg) e a baiana Vitória Ribeiro (70kg), de 20 anos, estreante em competições com a seleção.

"Estou bastante ansiosa para lutar. Todo mundo botando força. É um orgulho muito grande para mim poder representar a Bahia e o Brasil nesse Desafio", disse Vitória, que é natural de Camaçari (BA) e substituirá Maria Portela no segundo dia do desafio.

Do lado japonês, a equipe será formada pelos judocas Kana Suzuki (57kg), Sae Tasaka (70kg), Etani Tomoni (+70kg), Mitsui Daiki (73kg), Yuya Sato (73kg), Jumpei Igarashi (90kg) e Koitaro Matsutani (+90kg), sob o comando da técnica Shinobu Toshito.

"Uma coisa é lutar bem com japoneses, outra coisa é vencer japoneses. Então, acho que esse Desafio vai ser bom para tentarmos achar um caminho para ganharmos dos japoneses", avaliou o peso leve brasileiro Eduardo Katsuhiro, que morou no Japão dos três aos 17 anos e conhece bem o estilo do judô japonês. "Minha família foi para trabalhar em Hamamatsu. Minha infância e minha adolescência foram lá, então, minha base no judô vem do Japão. Isso me ajuda bastante nos confrontos com judocas do Japão".

O primeiro confronto do Desafio Internacional será nesta quinta-feira, às 18 horas (de Brasília). O segundo duelo será na sexta, no mesmo horário. Serão sete lutas no confronto entre as equipes mistas (masculino e feminino) e quem conseguir vencer a maioria dos combates será o campeão.

 

 

Mais conteúdo sobre:
judôRafael SilvaMaria Portela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.