Reprodução|IJF
Reprodução|IJF

Judoca brasileiro conquista bronze no Grand Prix de Düsseldorf

Atleta vence quatro lutas nesta sexta-feira para garantir medalha

O Estado de S.Paulo

24 Fevereiro 2017 | 17h42

O judoca brasileiro Phelipe Pelim conquistou nesta sexta-feira a medalha de bronze no Grand Prix de Düsseldorf, na Alemanha. Pelim, na categoria até 60kg, foi o brasileiro que mais longe foi entre os seis atletas do País que lutaram neste primeiro dia de disputas na cidade alemã.

Para chegar ao bronze, Pelim precisou vencer quatro lutas nesta sexta. Na estreia, derrotou o alemão Lukas Klemm. Na sequência, superou o casaque Yeldos Smetov, campeão mundial em 2015, e depois, o britânico Ashley Mckenzie.

Mas na semifinal o brasileiro não resistiu ao mongol Ganbat Boldbaatar, outro dono de título mundial. Pelim se recuperou na luta seguinte, ao vencer a disputa do bronze com o espanhol Francisco Garrigos.

No feminino, o destaque brasileiro foi Eleudis Valentim, na categoria até 52kg. Ela venceu três lutas seguidas, mas também caiu na semifinal. E, na disputa do terceiro lugar, caiu diante da romena Alexandra-Larisa Florian. Eleudis terminou a competição na quinta colocação.

Outros quatro judocas do Brasil entraram na disputa nesta sexta, porém sem sucesso. Gabriela Chibana, na categoria até 48kg, foi derrotada na segunda luta, nas oitavas de final. Charles Chibana, que vem a ser primo de Gabriela, teve o mesmo desempenho na categoria até 66kg, com uma vitória e uma derrota. Já Marcelo Fuzitav (até 66kg) e Tamires Crude (até 57kg) foram batidos logo na luta de estreia.

Outros brasileiros competirão neste sábado e no domingo na Alemanha. No sábado entrarão em ação Mariana Silva (até 63kg), Ketleyn Quadros (até 63kg), Barbara Timo (até 70kg), Amanda Oliveira (até 70kg), Marcelo Contini (até 73kg), Eduardo Barbosa (até 73kg) e Vinícius Panini (até 81kg).

E, no domingo, mais quatro judocas vão defender o Brasil na disputa: Rochele Nunes (acima de 78kg), Tiago Camilo (até 90kg), Léo Gonçalves (até 100kg) e Ruan Isquierdo (acima de 100kg).

Mais conteúdo sobre:
JudôPhelipe PelimBrasilLuta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.