Divulgação/CBJ
Divulgação/CBJ

Junto com convocados, CBJ anuncia 1ª mulher no comando do time masculino de judô

Yuko Fujii, japonesa de 36 anos, já auxiliava na preparação dos judocas brasileiros desde 2012

Estadão Conteúdo

30 Maio 2018 | 16h58

A Confederação Brasileira de Judô ( CBJ) anunciou nesta quarta-feira a japonesa Yuko Fujii como nova técnica da seleção masculina. Será a primeira vez na história da modalidade que uma mulher comandará uma delegação de homens.

+ Brasil conquista quatro medalhas no último dia de competições na China

Junto com essa novidade, a CBJ revelou os judocas convocados para o Campeonato Mundial que acontecerá em Baku, no Azerbaijão, entre 20 a 27 de setembro. Entre os nomes, destaque para os medalhistas olímpicos Rafael Silva, Rafaela Silva, Érika Miranda, Ketleyn Quadros e Mayra Aguiar.

Em nota publicada no site da entidade, Yuko agradeceu a confiança da CBJ e avisou que o objetivo final desse projeto está em garantir bons resultados nos Jogos Olímpicos do Japão de 2020.

"Ser a técnica principal é grande responsabilidade, especialmente com a equipe brasileira, que tem histórico de resultados. Hoje, nós temos uma equipe forte e dedicada. Estou empolgada com esse grande desafio. Assim como uma equipe, como um time Brasil, nós conseguiremos fazer grandes conquistas em Tóquio-2020", destacou.

Yuko tem 36 anos e é natural da cidade de Toyoake, no Japão. Ela está no Brasil desde 2012, quando recebeu o convite da CBJ para auxiliar na preparação dos judocas brasileiros, especialmente na transição do júnior para o principal. Antes, ela já tinha trabalhado como auxiliar técnica da seleção britânica.

O presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, explicou a escolha pelo nome de Yuko. "É mais uma demonstração de que o judô está conectado aos princípios mais atuais de gestão. Independentemente de ser mulher ou homem, é a competência que fala mais alto. A meritocracia é o nosso principal critério, e a Yuko tem tudo para fazer um ótimo trabalho", disse.

No comando apenas da equipe principal masculina, a japonesa trabalhará ao lado do coordenador Luiz Shinohara. Na preparação para o Mundial deste ano, ela acompanhará a equipe masculina em treinamentos internacionais no Japão e na Espanha, em junho, além de orientar os atletas no Grand Prix de Zagreb, em julho.


Confira a lista de convocados do Brasil:

Seleção masculina - Eric Takabatake (60kg/EC Pinheiros), Phelipe Pelim (60kg/EC Pinheiros), Daniel Cargnin (66kg/Sogipa), Charles Chibana (66kg/EC Pinheiros), Eduardo Yudy Santos (81kg/EC Pinheiros), Victor Penalber (81kg/Instituto Reação), Rafael Macedo (90kg/Sogipa), David Moura (+100kg/Instituto Reação), Rafael Silva (+100/EC Pinheiros), Marcelo Contini* (73kg/EC Pinheiros) e David Lima* (73kg/Sogipa).

Seleção Feminina - Gabriela Chibana (48kg/EC Pinheiros), Érika Miranda (52kg/Sogipa), Jéssica Pereira (52kg/Instituto Reação), Rafaela Silva (57kg/Instituto Reação), Ketleyn Quadros (63kg/Sogipa), Maria Portela (70kg/Sogipa), Mayra Aguiar (78kg/Sogipa), Maria Suelen Altheman (+78kg/EC Pinheiros), Beatriz Souza (+78kg/EC Pinheiros), Tamires Crude* (57kg/Instituto Reação)

* convocados apenas para disputar a competição por equipes mistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.