Divulgação
Divulgação

Ketleyn Quadros conquista prata no Grand Slam de Judô de Tbilisi; Crude é bronze

Pódios são conquistados na categoria feminina até 63kg; Luana Carvalho termina em sétimo lugar no grupo de até 70 kg

Redação, Estadão Conteúdo

04 de junho de 2022 | 16h58

Após o bronze de Rafaela Silva na sexta-feira, o Brasil conseguiu mais duas medalhas neste sábado, segundo dia do Grand Slam de Judô da Geórgia, disputado na capital Tbilisi. Os dois pódios foram conquistados na categoria até 63 kg feminina, com uma prata no pescoço da medalhista olímpica Ketleyn Quadros e um bronze para Tamires Crude.

As duas tinham boas chances de se enfrentarem na final, mas Crude parou na semi. Depois de passar pela checa Renta Zachova e pela húngara Brigitta Varga, perdeu para a israelense Inbal Shemesh. Por isso, foi para a disputa do bronze contra a alemã Nadja Bazysnk e encaixou um ippon para garantir lugar no pódio, conquista muito celebrada por ela.

"Estou extremamente feliz. Este choro já foi de tristeza, agora é só de alegria. É de acreditar, não deixar de acreditar, independente das circunstâncias, se manter firme, acreditar no processo, e é isso", afirmou, emocionada, a judoca de 28 anos, em vídeo divulgado pela Confederação Brasileira de Judô.

Ketleyn, por sua vez, venceu a turcomana Zulhumar Dashnijo, a americana Hannah Martin e a francesa Manon Deketer para chegar à final. A adversária na grande decisão foi Shemesh, algoz de Crude na semifinal. A israelense atrapalhou os sonhos brasileiros mais uma vez e venceu Ketleyn graças a um wazari decisivo no minuto final do combate.

"Estou muito feliz com o resultado, é um passo à frente para a classificação ao Mundial, que é logo ali. Está sendo a construção desta vaga, espero que traga mais confiança para as próximas competições, para os próximos desafios, que a gente melhore e volte cada vez melhor", afirmou a veterana de 34 anos.

Também neste sábado, o Brasil teve outros três judocas competindo em Tbilisi. Julio César Koda, dos 73 kg, e Vinícius Panini, dos 81 kh, foram eliminados nas oitavas de final. Já Luana Carvalho terminou em sétimo lugar na categoria dos 70 kg.

Tudo o que sabemos sobre:
judôKetleyn QuadrosTamires Crude

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.