Reprodução
Reprodução

Lutador morre após ser nocauteado e passar mal em evento de boxe clandestino em Teresina

Morte de Jonas de Andrade Carvalho teria ocorrido devido a lesão no crânio

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2021 | 21h29

Um evento de boxe não autorizado terminou em tragédia em Teresina na noite deste sábado. Jonas de Andrade Carvalho, conhecido como 'guerreiro da luz', morreu após ser nocauteado e passar mal no evento 'Desafio Combate - o retorno', organizado por uma academia da capital piauiense.

De acordo com a Federação Piauiense de Boxe, o evento ocorreu de forma clandestina e não foi permitido pela organização. Por conta de medidas de restrição contra a covid-19 no estado, eventos de aglomeração estão proibidos de ocorrer no Piauí - apenas atividades essenciais podem funcionar neste sábado e domingo.

A luta foi transmitida nas redes sociais pelo público presente no evento. Nos vídeos, é possível ver Jonas sendo atingido diversas vezes na cabeça e caindo no chão. O árbitro abre contagem, mas o boxeador diz que está bem e volta a lutar. Acertado novamente, Jonas é nocauteado e cai.

Mal, Jonas vai para o canto do ringue, onde é atendido por profissionais da saúde presentes no local. Ele desmaia e é carregado para fora. Segundo informações do site G1, ele foi para o hospital, mas faleceu devido a uma lesão no crânio.

Os organizadores do evento ainda não se manifestaram oficialmente, mas em contato com o canal de TV Rede Clube, negaram que o evento fosse clandestino, alegando que as lutas foram previamente concordadas pelos atletas e que havia apoio de saúde no local. A Federação de Boxe do Piauí informou que estuda medidas de punição à academia realizadora do evento.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeTeresina [PI]Piauí [estado]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.