Jason Silva/ USA Today Sports
Jason Silva/ USA Today Sports

Lyoto Machida acredita que Weidman deve ter reinado longo no UFC

Brasileiro luta contra Yoel Romero, sábado, nos Estados Unidos

Rafael Pezzo, O Estado de S. Paulo

25 de junho de 2015 | 07h00

O lutador Lyoto Machida retornará ao octógono no próximo sábado, dia 27 de junho, para lutar contra o cubano Yoel Romero. O combate será o evento principal do card do UFC Fight Night, na cidade de Hollywood, na Flórida. 

Morando nos Estados Unidos, o "Dragão" conversou com o Estado e deu pitaco sobre a situação da categoria dos médios do UFC, que tem Chris Weidman como detentor do cinturão após derrotar três brasileiros ex-campeões nas últimas quatro lutas: Anderson Silva (duas vezes), Lyoto e Vitor Belfort. O próximo cotado para tentar tirar o título do americano é justamente o último algoz de Machida. "Acredito que o Luke Rockhold tem grandes chances de vencer, mas o Weidman, como campeão, deve lidar melhor com a situação."

O baiano é hoje o quarto no ranking do UFC na categoria dos médios, já seu oponente é o sexto. Para voltar a brigar pelo cinturão, ainda deve esperar a vez de outros dois brasileiros, Jacaré Souza, segundo na lista, e Vitor Belfort, terceiro. 

A volta de Anderson Silva também pode atrasar os planos de Machida para voltar a ser campeão no torneio. Em 2009, o 'dragão' tomou o cinturão dos meio-pesados de Rashad Evans e perdeu o cinturão na segunda luta contra o conterrâneo Maurício Shogun. 

O evento deste sábado receberia a final dos pesos leve e galo do The Ultimate Fighter Brasil 4. Porém, com o problema na emissão de vistos para a entrada nos Estados Unidos, as decisões foram transferidas para o UFC 190, sediado no Rio de Janeiro, em 1 º de agosto, e que terá como luta principal o confronto entre Ronda Rousey e Bethe Correia. 

Tudo o que sabemos sobre:
lutasufclyoto machidachris weidman

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.