Reprodução/Twitter/teddyriner
Reprodução/Twitter/teddyriner

Maior nome do judô, Teddy Riner revela que quer parar só após Jogos de Paris-2024

Judoca dez vezes campeão mundial e invicto desde 2010 terá 35 anos e pretende deixar os tatames 'em casa'

Estadão Conteúdo

04 Agosto 2018 | 09h49

Um dos maiores nomes, senão o maior, do judô, o francês Teddy Riner não pensa em se aposentar tão cedo e até já traçou planos mais longínquos para sua carreira. O 10 vezes campeão mundial e dono de duas medalhas de ouro olímpicas deseja competir até os Jogos de Paris, em sua casa, em 2024, quando terá 35 anos de idade.

+ Mayra segue na frente e Maria Portela tem liderança do ranking anunciada

+ Alexia Castilhos fatura o bronze para o Brasil no Grand Prix de Zagreb

+ Confira mais notícias de judô

"Farei de tudo para que possa terminar (minha carreira) aí. Todos pensavam que iria parar, mas não. Encerrarei em Paris, em 2024, em casa", revelou Teddy Riner, em entrevista publicada neste sábado pelo jornal francês Le Figaro.

Para um futuro mais próximo, o seu treinador Franck Chambily já anunciou que Teddy Riner não disputará os Mundial de judô deste ano, em Baku (Azerbaijão), e do ano que vem, em Tóquio. O judoca está de férias em 2018 e só está realizando alguns treinamentos "obrigatórios".

"Voltarei ao ataque em janeiro de 2019 até os Jogos (Olímpicos) de Tóquio (em 2020)", acrescentou Teddy Riner, que está invicto desde 2010 em 144 lutas. O francês conquistou a medalha de ouro nas duas últimas Olimpíadas (Londres-2012 e Rio-2016).

 

Mais conteúdo sobre:
judô Teddy Riner

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.