AFP Photo/ Toshifumi Kitamura
AFP Photo/ Toshifumi Kitamura

Medalhistas olímpicos, Mayra e Kitadai renovam com a Sogipa até 2020

Experientes, judocas visam disputa da Olimpíada de Tóquio, no Japão

Estadao Conteudo

19 de janeiro de 2017 | 18h56

Principal equipe de judô do Sul do País, a Sogipa anunciou nesta quinta-feira a renovação de contrato dos dois medalhistas olímpicos do time. Tanto Felipe Kitadai, bronze em Londres-2012, quando Mayra Aguiar, terceira colocada em 2012 e 2016, continuarão no clube até Tóquio-2020.

Ao anunciar a renovação, Mayra aproveitou para vetar especulações de que não vai migrar para o MMA, a exemplo do que fez Ronda Rousey, ex-judoca.

"Para mim é um prazerzaço fazer mais esse ciclo olímpico. Não vou sair do judô, tenho muito a conquistar ainda. Estou indo para o meu quarto ciclo olímpico com o espírito olímpico ainda mais forte dentro de mim depois de disputar uma Olimpíada dentro de casa", disse ela.

Kitadai, foi à segunda Olimpíada consecutiva pela Sogipa, também festejou o acerto. "É o clube onde eu cresci, onde eu realizei meus grandes sonhos. Conquistei Pan-Americanos e minha medalha olímpica. Agora, tenho a oportunidade de correr mais quatro anos e trazer mais uma medalha olímpica para a Sogipa, que acreditou no menino que era habilidoso, mas era fraco. Hoje temos muito mais força para correr atrás de mais uma medalha olímpica", afirmou.

Além dos dois, o clube gaúcho conta com outros quatro judocas na seleção brasileira: Daniel Cargnin (66kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Maria Portela (70kg) e Rochele Nunes (+78kg). Aos 18 anos, Cargnin foi o mais jovem brasileiro a subir ao pódio no Circuito Mundial do ano passado.

Mais conteúdo sobre:
JudôjudôFelipe Kitadai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.