Paulo Pinto/ CBJ
Paulo Pinto/ CBJ

Morre Massao Shinohara, técnico da seleção olímpica de judô em 1984 e um dos maiores senseis do País

Único com 10.º Dan no Brasil, Massao é pai de Luiz Shinohara, atual técnico da seleção de judô

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2020 | 20h19

Neste sábado, morreu o sensei Massao Shinohara, aos 95 anos. Ele era o único no Brasil com o 10.º Dan, a pontuação máxima do judô. Shinahora comandou a seleção na Olimpíada de 1984, em Los Angeles, e é pai de Luiz Shinohara, técnico da seleção masculina de judô desde 2002.

Massao Shinohara começou a praticar a modalidade quando tinha 15 anos e, em 1956, fundou a Associação de Judô Vila Sônia, que, pela excelência no trabalho desenvolvido o gabaritou para assumir cargo na Confederação Brasileira de Judô.  Criado em Embu das Artes, Massao trabalhou como transportador de legumes.

Em 1984, sob seu comando, o Brasil conquistou três medalhas no judô, prata com Douglas Vieira e os bronzes de  Walter Carmona e Luiz Onmura.

A Confederação Brasileira de Judô lamentou a perda do sensei e ressaltou que Massao foi um dos grandes mestres do judô brasileiro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.