Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Rafaela Silva lamenta queda na semi, mas exalta bronze no Mundial: 'Estou feliz'

Brasileira foi derrotada pela japonesa Tsukasa Yoshida, atual campeã olímpica

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2019 | 13h38

O resultado final não foi o esperado, mas a brasileira Rafaela Silva se mostrou feliz nesta terça-feira com a sua participação no Mundial de Judô, que está sendo disputado em Tóquio, no Japão. Derrotada na semifinal para a japonesa Tsukasa Yoshida, então detentora do título, a campeã olímpica dos Jogos do Rio-2016 se superou na luta pelo bronze para ganhar da francesa Sarah Leonie Cysique.

A medalha de Rafaela Silva é a primeira do Brasil na competição após três dias de disputas. Em sua carreira, é a terceira individual da judoca em Mundiais. Ela ganhou a prata em Paris-2011, o ouro no Rio-2013 e agora o bronze em Tóquio-2019. Além disso, levou a prata na disputa por equipes feminina no Rio-2013 e por equipes mistas em Budapeste-2017.

"Eu entrei aqui muito focada, queria muito ganhar o Mundial (chora). Infelizmente não consegui ganhar, mas fiquei feliz com minha competição. Para um atleta independe a cor, se é prata, bronze, ouro. Na minha categoria tem muitos atletas. Estar no bolo e entre as melhores da minha categoria me motiva muito para a Olimpíada", afirmou Rafaela Silva, emocionada, em entrevista ao canal SporTV.

A brasileira está em quarto lugar no ranking mundial da categoria leve (57 kg) e busca a vaga olímpica para os Jogos de Tóquio-2020. "Estou evoluindo e fazendo boas competições durante o ano. Agora é manter o trabalho, o foco, porque ainda tem muitas competições até a Olimpíada", avaliou a judoca, que enxerga uma grande evolução na categoria.

"É difícil falar que o pódio irá se repetir no ano que vem, mas tem muitas atletas novas chegando, com qualidade e surpreendendo. Então, eu posso ou não estar no pódio, mas tenho certeza que o que fará a diferença lá na frente será o detalhe", completou Rafaela Silva.

Tudo o que sabemos sobre:
judôRafaela Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.