Reprodução/CBJ
Reprodução/CBJ

Rafaela Silva volta aos tatames com vitória e Instituto Reação fatura Grand Prix

Judoca venceu na categoria até 63kg, uma acima do ouro olímpico no Rio

Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2016 | 17h02

Rafaela Silva voltou aos tatames neste domingo após a conquista da medalha de ouro olímpica, nos Jogos do Rio-2016, e ajudou o Instituto Reação a garantir o bicampeonato do Grand Prix Interclubes Feminino de Judô, disputado em Lauro de Freitas, na Bahia.

Na final da competição, o time carioca derrotou o Minas Tênis Clube pelo placar de 4 a 1. A Sogipa venceu o Pinheiros por 3 a 2 e alcançou um lugar no pódio do Grand Prix conquistando a medalha de bronze.

Rafaela Silva disputou a competição na categoria até 63kg, uma acima da qual venceu nos Jogos. Na decisão, ela entrou no tatame para disputar a terceira luta da série e derrotou Ketleyn Quadros, que foi bronze na Olimpíada. O resultado deixou o Instituto Reação em vantagem de 2 a 1.

Antes, Raquel Silva (52kg) venceu por dois yukos Erika Miranda e fez 1 a 0 para o Instituto Reação. Em seguida, Kamilla Silva (57kg), do time mineiro, marcou um wazari no golden score contra Flávia Cruz e deixou tudo igual.

Na sequência, Amanda Oliveira (70kg) garantiu a taça ao derrotar Mariana Silva. No tempo regulamentar, houve empate com uma punição para cada. No golden score, Amanda conseguiu pontuar com um yuko e garantiu o título. Houve ainda o último combate, quando Maria Suelen Altheman (+70kg) bateu Victoria Oliveira por ippon, fechando o placar em 4 a 1.

Para chegar à decisão, o Instituto Reação derrotou Grêmio Náutico União, São José dos Campos e a Sogipa na fase de grupos, classificando-se para a semifinal em primeiro lugar do Grupo A. Na semifinal, o time carioca bateu o Pinheiros por 5 a 0.

Do outro lado, o Minas superou Judô Futuro, Palmeiras e Pinheiros para passar em primeiro lugar no Grupo B. Na semi, as mineiras derrotaram a Sogipa por 3 a 2, com vitórias de Erika Miranda, Ketleyn Quadros e Mariana Silva. Manoella Costa e Rochele Nunes marcaram os pontos para a equipe adversária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.