Instagram/Robson Conceição
Instagram/Robson Conceição

Robson Conceição aplica nocaute técnico e chega à oitava vitória em oito lutas

Campeão olímpico em 2016 bateu o equatoriano Gavino Guaman, em Oklahoma City, nos Estados Unidos

Estadão Conteúdo

01 Julho 2018 | 08h22

Campeão olímpico em 2016, Robson Conceição venceu por nocaute técnico o equatoriano Gavino Guaman, na noite deste sábado, em Oklahoma City, nos Estados Unidos. Com o triunfo, alcançado no terceiro round, o boxeador brasileiro chegou a oito vitórias em oito lutas desde que passou a atuar como pugilista profissional.

+ Tyson x Spinks, a luta mais aguardada do fim do século XX, completa 30 anos

+ GGG veste camisa da seleção mexicana para festejar vitória sobre a Coreia do Sul "Obrigado, Senhor, por mais uma vitória. Obrigado, galera, pelo apoio e pelas mensagens", escreveu Conceição em publicação no Instagram logo após a vitória. A construção de um cartel invicto e o prestígio pelo ouro olímpico pavimentam o caminho do pugilista de 29 anos a uma disputa por cinturão em um futuro próximo na categoria super pena (até 58,97kg).

Aos 27 anos, Guaman perdeu pela terceira vez na carreira - o equatoriano tem cinco triunfos. Conceição dominou o adversário desde o início e aplicou dois knockdowns ainda no primeiro assalto, não o suficiente para encerrar o combate. No segundo round, golpes do brasileiro mais uma vez levaram o rival à lona duas vezes, mas o gongo impediu que o nocaute fosse consumado.

 

 

Minado por surra sofrida nos seis primeiros minutos, em boa parte por causa de golpes no tronco, Guaman foi presa fácil no terceiro round e sucumbiu. Sequência que terminou com upper derrubou o equatoriano e a nova queda foi o suficiente para a arbitragem encerrar a luta, passados 53 segundos do início do assalto.

Conceição deixou o boxe amador ainda em 2016, ano em que se sagrou campeão olímpico na categoria dos leves (até 60Kg). Conquistada no Rio, a medalha de ouro foi a primeira do pugilismo brasileiro em uma edição dos Jogos.

Mais conteúdo sobre:
Robson Conceiçãoboxe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.