Paul Crock/AFP
Paul Crock/AFP

Ronda se diz envergonhada após revés: 'Eu não estava lá'

Lutadora dá primeira entrevista desde a perda do cinturão do UFC

O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2015 | 09h53

Em sua primeira entrevista desde a derrota para Holly Holm no UFC 193, Ronda Rousey falou à emissora americana ESPN em uma conversa que só será liberada na íntegra a partir de sexta-feira. Em um dos 'teasers' que anunciam a entrevista, a lutadora afirmou estar 'envergonhada' da forma com que se apresentou na derrota.

"Eu apenas me senti muito envergonhada. Como eu lutei depois de uma apresentação tão embaraçosa para mim mesma? P***, eu não estava lá…", afirmou a ex-campeã, que ainda revelou que um golpe logo aos 30 segundos de combate a desestabilizou. Mesmo assim, a luta só foi acabar no segundo round, com um chute de Holm na altura do pescoço de Ronda.

“Eu preciso voltar. Eu preciso bater essa garota. Quem sabe se vou perder um dente, ou quebrar minha mandíbula, ou rasgar meu lábio de novo. Eu tenho que conseguir essa p****. Não importa. Eu tenho que conseguir", prometeu Ronda. Ela ainda revelou que pode demorar até seis meses para conseguir comer uma maçã após ter seu lábio rasgado na luta.

A ideia do UFC é a de realizar uma revanche imediata entre as duas lutadoras, porém, a condição de Ronda após a derrota pode até mudar os planos do 'chefão' Dana White.

Tudo o que sabemos sobre:
UFCRonda RouseyLutas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.