Divulgação
Divulgação

UFC distribui 'manual de sobrevivência no Rio' a seus lutadores

Documento alerta sobre roubos e até sexo com menores de idade

O Estado de S. Paulo

29 de julho de 2015 | 10h47

Apesar de já ter realizado cinco eventos na Cidade Maravilhosa, o UFC mostrou que não se sente muito 'em casa' no Rio de Janeiro. Neste sábado, será realizado o UFC 190, com a disputa do cinturão peso galo feminino entre Ronda Rousey e a brasileira Bethe Corrêa. Pensando na segurança de seus lutadores, a organização listou uma série de orientações em uma cartilha que faz menções a golpes de rua, violência e até sexo com garotas de programa e menores de idade.

O documento foi divulgado na íntegra nesta terça-feira pelo portal especializado Ag Fight. Nele, é possível observar sérias restrições a programas turísticos tradicionais do Rio, como passeios pelos bairros da Lapa e Santa Teresa ou ir à praia pela manhã, qualquer uma. Os atletas também não podem deixar o hotel a pé. A cartilha ainda orienta os lutadores a passarem longe de qualquer favela ou redondezas e carregar o mínimo de objetos de valor possível.

Em alguns pontos, as orientações chegam a ser exageradas e ganham tom de 'paranóia'. Os lutadores do UFC são alertados a utilizar uma cunha de borracha para impedir entradas forçadas no quarto do hotel (vale lembrar que os atletas estarão hospedados em um hotel cinco estrelas na Barra da Tijuca). "O risco de crime é maior à noite, mas pode ocorrer a qualquer hora do dia ou da noite", cita outro trecho do documento.

Outro ponto que chama atenção é a menção a 'encontros'. A cartilha alerta a uma suposta 'alta incidência de Aids' tanto em garotas de programa quanto em 'menores de idade' da cidade. 'Fique de olho nos seus drinks', alerta outro ponto da carta. Em contrapartida, os lutadores estão liberados para passear nos bairros do Leblon, Ipanema e Copacabana - segundo o documento, os mais seguros da cidade.

CONFIRA A CARTILHA DO UFC NA ÍNTEGRA

É importante ter em mente:

- Por causa da favela do Vidigal, é preciso ter extremo cuidado ao chegar e ao sair do Rio Sheraton. Não saia do hotel a pé, use as vans do UFC;

- Segurança extra será fornecida para o nosso grupo dentro do hotel e para as chegadas e partidas programadas, bem como sobre as vans e ônibus fretados do UFC;

- Nunca abra a porta do quarto do hotel até que você confirme quem está do outro lado através de seu olho mágico ou ligando para a recepção do hotel. Tranque as portas por dentro e você também pode utilizar uma cunha de borracha, que estará dentro do quarto do seu hotel para ajudar a prevenir uma entrada forçada.  (Isso porque um pequeno hotel em Santa Teresa foi tomado por bandidos no mês passado, que foram de quarto em quarto com uma chave mestra e roubaram todos os hóspedes);

- Só carregue o que você precisa. Mínimo de dinheiro local, nada de jóias, eletrônicos, câmera, etc.

- O risco de crime é maior à noite, mas pode ocorrer a qualquer hora do dia ou da noite;

- Nunca resista aos criminosos, eles poderão não hesitar em usar a força. Resistir a um assalto normalmente gera uma lesão grave ou morte;

- Fique longe de todas as favelas (Empresas privadas oferecem passeios que não são seguros e devem ser evitados);

- Fique longe das praias a noite e de manhã cedo;

- Nunca saque dinheiro na rua.

Áreas para serem evitadas:

- Qualquer favela ou redondezas

- Santa Teresa é muito divulgado para turistas, mas existe um alto nível de criminalidade na área;

- Lapa é conhecida pela sua vida noturna e boates, mas também tem a maior taxa de criminalidade e deve ser evitada;

- Evite sair marcando encontros em boates, no hotel ou em qualquer lugar. Você pode ser a isca para um ladrão. Existe uma alta incidência de AIDS entre as prostitutas e um número considerável também entre as menores de idade;

- Sempre fique de olho nos seus drinks;

- Leblon, Ipanema e Copacabana são os bairros mais seguros da cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
UFCUFC 190Rio de JaneiroMMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.