Adam Hunger/AP
Adam Hunger/AP

Vasyl Lomachenko derrota José Pedraza e unifica os títulos dos pesos leves

Boxeador ucraniano, bicampeão olímpico em Pequim-2008 e Londres-2012, vence porto-riquenho por unanimidade

Wilson Baldini Jr., Estadão Conteúdo

09 Dezembro 2018 | 07h46

Apontado como um dos melhores boxeadores da atualidade, o ucraniano Vasyl Lomachenko derrotou o porto-riquenho José Pedraza, por pontos, após 12 assaltos, neste sábado à noite, no Madison Square Garden Theater, em Nova York. Os três jurados foram unânimes: 119 a 107 e 117 a 109 (duas vezes).

Com esta vitória, diante de 5.312 espectadores, o bicampeão olímpico (Pequim-2008 e Londres-2012), de 30 anos, unificou os cinturões da Associação Mundial de Boxe (AMB) e Organização Mundial de Boxe (OMB) na categoria dos pesos leves.

"Fui o melhor em cima do ringue e estou feliz pela maneira que consegui a vitória", disse Lomachenko, que somou a 12ª vitória (nove por nocaute), em 13 combates. Pedraza perdeu o segundo duelo, em 27 lutas. "O meu sonho é unificar títulos. Dei o primeiro passo."

Esta foi a primeira luta de Lomachenko desde que sofreu uma cirurgia no ombro. "Estou cem por cento. Estou saudável", disse o boxeador, que somou 396 vitórias e apenas uma derrota no boxe olímpico.

Diante de Pedraza, Lomachenko, sempre muito técnico, iniciou cauteloso e aumentou o ritmo aos poucos. Dominou todos os rounds e chegou a derrubar o adversário duas vezes no 11º assalto.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.