Divulgação/UFC
Divulgação/UFC

Vicente Luque é derrotado por pontos e adia sonho de disputar o cinturão do UFC

No reencontro com Belal Muhammad, brasileiro de 30 anos perde na luta principal do card deste domingo, em Las Vegas, em decisão unânime dos árbitros

Redação, Estadão Conteúdo

17 de abril de 2022 | 11h34

Vicente Luque vai ter de esperar um pouco mais para disputar o cinturão dos meio-médios do UFC. O brasileiro nascido nos Estados Unidos, de 30 anos, foi derrotado por pontos, em decisão unânime dos árbitros, no reencontro com Belal Muhammad na luta principal do card do UFC Vegas 51 na madrugada deste domingo.

A luta entre o americano nascido em Chicago de origem palestina, de 33 anos, e o brasileiro, foi uma vingança de 2016, quando se enfrentaram e Luque o mandou a nocaute com somente 1 minuto e 19 segundos. Desta vez, ele fugiu da trocação e apostou no combate no chão para ganhar por unanimidade, com 49-46, 49-46 e 48-47.

Número 5 do ranking, Luque sabia que teria grandes chances de disputar o cinturão caso ganhasse mais uma vez do experiente rival. Porém, não conseguiu impor seu jogo de trocação, com o rival evitando a luta em pé e investindo no westling. Belal Muhammad dominou todo o embate no chão, acertando bons golpes e não dando chances para o brasileiro se impor.

"Sabia que seria um dos meus desafios mais difíceis. Eu sabia que Luque era o melhor dos dois mundos (trocação e corpo a corpo) e ele me nocauteou uma vez, então eu tinha isso em cima de mim", ressaltou Muhammad. "Mostrei que posso fazer tudo, que posso lutar com os melhores, que posso bater no melhor."

Belal Muhammad aumentou sua série invicta nos meio-médios do UFC para oito lutas e desafiou Colby Covington, atual número 2 da categoria, chamando-o de "covarde".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.