Flavio Canalonga|Estadão
Flavio Canalonga|Estadão

Vida do lutador vai virar filme

Babu Santana, o mesmo ator de Tim Maia, viverá Maguila no cinema

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

24 Outubro 2016 | 05h00

A vida de Maguila vai virar filme. A iniciativa é do produtor e técnico cinematográfico Josmar Bueno Junior, filho do ex-boxeador Josmar Bueno, amigo de Maguila. Tudo o que acontece na vida de Maguila também é registrado para se tornar um documentário na web. O material, que já vem sendo coletado há três anos, será divulgado pouco a pouco em um canal e site de vídeos e também nas redes sociais. A película está na fase de produção e captação de recursos.

 Na semana passada, Josmar acompanhou um evento na Vila Olímpica Mário Covas, em São Paulo, onde o ex-pugilista foi homenageado no projeto social tocado por sua mulher.

“Meu pai lutou boxe muito tempo atrás e começou a ajudar o Maguila em São Paulo. A relação sempre foi de amizade. Ele me levantava no colo no fim de suas lutas. É uma visão muito pessoal, muito distinta, dos bastidores. Sabemos tudo o que aconteceu na vida dele fora o personagem, fora a mídia. Tem coisas sensacionais que precisam ser contadas”, afirmou. “A gente vai falar da vida dele também fora do ringue. Tem um monte de história de bastidores que as pessoas não sabem”, conta o diretor.

Maguila será vivido nas telas pelo ator Babu Santana, o mesmo que ganhou o Prêmio de Cinema Brasileiro no ano passado por dar vida ao cantor Tim Maia. O ator está internado em um spa no Rio de Janeiro para se preparar fisicamente para o papel. Ele deverá perder cerca de 25 quilos para exibir a aparência de um lutador de boxe peso pesado. Babu também faz aulas de boxe na cidade.

Nas próximas semanas, os dois – o lutador e o ator – devem se encontrar no Rio para que Maguila ajude na interpretação de Babu. O boxeador conta que, no primeiro encontro, achou o ator tão bonito quanto ele. “Será um momento de troca, de conversa. Vai ser bom para os dois”, disse a mulher Irani Pinheiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.