Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

Vítima de pichadores, Ronda Rousey aparece pela primeira vez após derrota

Norte-americana não apresenta marcas da derrota para a brasileira Amanda Nunes

O Estado de S.Paulo

11 de janeiro de 2017 | 09h31

A norte-americana Ronda Rousey foi vista pela primeira vez depois da derrota para a brasileira Amanda Nunes no UFC 207, no 31 de dezembro. Reclusa após a luta, ela foi flagrada vendo o resultado de pichações no muro de sua casa em Venice Beach, em Los Angeles, na Califórnia. As fotos foram publicadas pelo jornal Daily Mail.

Nas imagens não é possível ver qualquer marca dos 47 socos que ela tomou durante nos 48 segundos que durou a luta. Quando o árbitro teve que interromper a luta, Rowdy estava com o rosto muito inchado e com o nariz sangrando. 

Em seu único pronunciamento até o momento, Ronda Rousey postou uma mensagem nas redes sociais onde reproduz uma fala de J.K. Rowling, escritora da série Harry Potter, que fala sobre recomeço. "E o fundo do poço se torna a fundação sólida sobre a qual eu reconstruí minha vida."

Curiosamente, uma das pessoas que demonstrou apoio a antiga campeã do peso-galo do UFC foi sua rival Cris Cyborg. "Fiquei triste ao ver a derrota de uma estrela do esporte, mas você tem tanta coisa pela frente e é abençoada pela segurança financeira que tem para alcançar todas as suas paixões. Você abriu as portas para mais eventos e se transformou um ícone do esporte. Aproveite o próximo capítulo de sua vida. Você terá oportunidades incríveis para continuar mudando o mundo", comentou a brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.