Marko Drobnjakovic/AP
Marko Drobnjakovic/AP

Abandono de Novak Djokovic põe Argentina na final da Copa Davis

Sérvio sente fortes dores nas costas e, sem condições, vê Del Potro avançar

AE, Agência Estado

18 de setembro de 2011 | 11h24

BELGRADO - A Argentina se classificou neste domingo para a final da Copa Davis graças ao abandono do sérvio Novak Djokovic em duelo contra Juan Martin del Potro. O argentino liderava a partida por 7/6 (7/5) e 3/0 quando o líder do ranking da ATP abandonou o duelo por conta de dores nas costas. Ele deixou a quadra chorando muito.

Longe das condições ideais, Djokovic ficou fora do primeiro dia de partidas no confronto com a Argentina em Belgrado, mas foi escalado neste domingo. No primeiro set, Del Potro e Djokovic não conseguiram quebras de serviço e o duelo seguiu para o tie-break, quando o argentino se deu melhor e triunfou por 7/5.

No segundo set, Del Potro abriu 3/0 com facilidade diante de Djokovic, que sofria com as dores nas costas. Assim, decidiu abandonar o jogo, o que provocou a definição do triunfo, já que a Argentina fez 3 a 1.

Na sexta-feira, os argentinos haviam vencido as duas partidas de simples, com David Nalbandian e Del Potro, que bateram, respectivamente, Viktor Troicki e Janko Tipsarevic. No sábado, os sérvios Nenad Zimonjic e Troicki superaram Juan Ignacio Chela e Juan Monaco no jogo de duplas.

Com a vitória, a Argentina vai reeditar com a Espanha, que eliminou a França, a final da Copa Davis de 2008. Naquela oportunidade, os espanhóis foram campeões em Mar del Plata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.