Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Abatido, Guga culpa cirurgia pela má fase

Muito abatido pela derrota na estréia do US Open para o russo Dmitry Tursonov, por 5/7, 6/2, 6/2, 4/6 e 7/6 (7/1), Gustavo Kuerten culpou a cirurgia - realizada há mais de um ano - pela sua má fase. Pela primeira vez admitiu que nunca mais conseguiu manter o mesmo nível de jogo por um longo período, alternando bons e maus momentos numa partida, especialmente as mais longas, como as de melhor-de-cinco sets do Grand Slam."Não sinto dor o tempo todo, pois a dor faz parte do nosso esporte, mas é mais em função de uma força específica, de uma energia que não encontro", disse Guga. "Para mim, um Grand Slam é um momento especial e é difícil aceitar uma derrota na estréia. Mas está difícil manter um nível alto, por todo o jogo, com uma intensidade alta, como jogava antes da cirurgia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.