Abel: "Se o Tuta não vibrou, eu vibrei"

O Tricolor preferiu não dimensionar a atitude do atacante Tuta, autor do gol do time no empate por 1 a 1 com o São Paulo, na noite de quarta-feira, no Morumbi. Inconformado por ter sido barrado após o empate do fim de semana com o Palmeiras, Tuta fez o gol, de cabeça, e depois esticou-se todo, com uma fisionomia contida, numa clara demonstração de que estaria mandando um recado para o técnico Abel Braga. "Se ele não vibrou, eu vibrei, foi gol do Fluminense, depois de uma jogada muito bem organizada", comentou Abel Braga, afirmando em seguida que conhece bem as manifestações de atletas e que Tuta não será prejudicado. "Fiz com ele o que já fiz com o Leandro. Joga quem estiver melhor. Só isso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.