Aberto da Austrália terá exame de EPO

Tenistas que participarem do Aberto da Austrália - primeiro torneio do circuito Grand Slam da temporada - serão submetidos a exames de doping, segundo anúncio feito nesta quinta-feira pela organização da competição. O controle será feito de surpresa e faz parte da campanha de combate ao uso da EPO (eritropoietina). A EPO é um hormônio que estimula a produção de glóbulos vermelhos. A substância é produzida naturalmente pelos rins e fígado. Em sua forma sintética é produzida para aumentar a produção de oxigênio que chega aos músculos, o que permite um melhor desempenho e maior resistência nas atividades físicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.