Acioly vê vantagem a caminho da Davis

Depois de passar 2003 só jogando fora de casa: Suécia, em Helsinboerg; e Canadá, em Calgary, a boa notícia para o tênis brasileiro veio com a vitória do Paraguai sobre a Venezuela, nas eliminatórias para a Copa Davis. Assim, tendo agora os paraguaios pela frente, o Brasil vai poder escolher a sede do confronto, o tipo de quadra, a bolinha, enfim, todas as condições mais favoráveis. Os jogos serão de 9 a 11 de abril, muito provavelmente na Costa do Sauípe, aproveitando as instalações do Brasil Open, que será jogado a partir do dia 23.Se o Brasil confirmar o favoritismo e vencer o Paraguai classifica-se para o playoff, marcado para setembro, para tentar voltar à elite do tênis. O adversário seria um dos perdedores do Grupo Mundial, disputado no fim de semana, podendo ser a Austrália, Áustria, Romênia, Marrocos, Croácia, Canadá, Rússia ou República Checa. Como o Brasil pode estar entre os cabeças-de-chave, fugiria de rivais fortes como, por exemplo, os australianos.A notícia agradou em cheio ao técnico e capitão da equipe brasileira, Ricardo Acioly. "Sem dúvida, jogar em casa vai ser muito interessante, especialmente, depois de um ano só fora", afirmou o treinador. "O Paraguai tem um jogador de bom nível, diferente dos outros da equipe, como o Ramon Delgado, o que deixa bem claro nossos objetivos". Acioly também gostou da idéia de jogar no Sauípe. "A decisão final será da CBT, mas jogar no nível do mar, numa quadra de saibro é o que queremos", disse o treinador.Pupilo - O fim de semana, foi bem agradável para Acioly. Viu um de seus melhores pupilos, Franco Ferreiro, vencer no Guarujá e classificar-se para o Brasil Open, mostrando que o jogador pode ser uma opção para a equipe da Davis, liderada por Gustavo Kuerten e Flávio Saretta. "Quando convoquei o Ferreiro na primeira vez para acompanhar a equipe na Suécia, fui muito criticado, mas agora as pessoas viram que ele não subiu mais de 600 posições no ranking por acaso."Também Guga, em Viña Del Mar, festejou a boa notícia da Davis. "Vamos aproveitar o fato de jogar em casa e garantir uma vaga para a repescagem", disse. Neste torneio, Flávio Saretta, que subiu uma posição no ranking desta semana, indo para 45º, irá estrear nesta terça-feira diante do chileno Hermes Gamonal. Na ATP, Guga manteve a 17ª colocação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.