Agassi: não sei como vencer Federer

Com um tênis sublime, muito próximo da perfeição, Roger Federer acabou nesta terça-feira com o sonho de Andre Agassi no Aberto da Austrália. Passou até com certa tranqüilidade pelo veterano norte-americano ao vencer em três sets, 6-3, 6-4 e 6-4. Agora, pelas semifinais vai enfrentar o russo Marat Safin, numa partida que repete a decisão do torneio do ano passado, em que o suíço venceu por 7-6, 6-4 e 6-2. "Joguei de forma fantástica para vencer em três sets", disse o tenista suíço que aplicou 22 aces e 45 winners - bolas vencedoras -."Para ganhar de um adversário da categoria do Agassi, só mesmo com uma grande performance, como desta partida".Sem ter como duvidar da atual superioridade de Roger Federer, o norte-americano Andre Agassi mostrou-se conformado com a derrota e manteve um clima amistoso diante do suíço. Os dois se cumprimentaram com cordialidade e trocaram sinceros sorrisos na rede. "Federer jogou bonito!", exclamou Agassi, quatro vezes campeão do Aberto da Austrália. "A expectativa dele em se tornar um dos maiores tenistas da história é mesmo compreensível."Além destes elogios, Andre Agassi usou de certa ironia para definir o atual momento do número 1 do mundo. "Sugiro ao próximo adversário do Federer não me procurar para saber como deve fazer para vencê-lo. Eu, definitivamente, não sei."Federer com este resultado diante de Agassi alcançou o incrível retrospecto de 24 vitórias e zero derrotas diante de adversários entre os dez primeiros do ranking. Além disso, acumula agora 26 vitórias consecutivas, próximo das 29 de Pete Sampras e ainda distante do recorde de Thomas Muster, de 35. Há de se considerar, porém, que a série de vitórias de Federer foi quebrada na segunda rodada da Olimpíada de Atenas - perdeu para Tomas Bercych - um torneio em que os tenistas não relevam tanto quanto um Grand Slam.Rodada - A próxima rodada promete ainda mais emoções e tênis de alta categoria. Federer enfrenta Marat Safin, que eliminou Dominik Hrbaty, por 6-2, 6-4 e 6-2, em condições favoráveis. Como a temperatura em Melbourne Park superou os 33 graus centígrados, seu jogo foi disputado com o teto da Rod Laver Arena fechado e ar condicionado ligado. Safin vem de três títulos em torneios indoors e sem vento e sol para atrapalharem, seu saque transformou-se numa arma mais que poderosa para derrotar o eslovaco. "Acho que fazer este jogo em quadra fechada, favoreceu bastante o Safin, mas não sei se teria como vencê-lo, afinal, jogou muito bem", conformou-se Hrbaty.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.