Wally Santana/AP
Wally Santana/AP

Agassi vê rivalidade entre Rafael Nadal e Roger Federer como a maior

Norte-americano afirma que disputa atual é mais atraente do que o duelo dele contra Sampras

AE-AP, Agência Estado

05 de janeiro de 2011 | 11h45

O ex-jogador Andre Agassi declarou nesta quarta-feira que a rivalidade entre Roger Federer e Rafael Nadal é "mais atraente" do que a que ele tinha com Pete Sampras.

"O tênis está em um momento incrível quando você tem dois dos melhores jogadores de todos os tempos jogando. Você pode argumentar que dois dos melhores jogam na mesma geração", disse Agassi, que está em Taiwan, onde vai enfrentar Marat Safin em um torneio de exibição. "É uma rivalidade que eu acho que nós nunca vimos em nosso esporte".

A rivalidade entre os norte-americanos é considerada uma das maiores da história do tênis. Mas Federer e Nadal já venceram os quatro torneios do Grand Slam e Federer quebrou recorde de Sampras com 16 títulos. Ao compará-la à sua própria rivalidade com Sampras, Agassi foi franco. "É mais interessante", afirmou Agassi, que ganhou oito títulos de Grand Slam, tendo vencido todos os quatro - Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon e US Open. Sampras nunca venceu no saibro de Paris, mas terminou sua carreira com 14 títulos de Grand Slam.

Agassi disse também que o domínio de Nadal e Federer tem atrapalhado o tênis norte-americano. Depois de dominar o esporte com grandes nomes como John McEnroe, Jimmy Connors, Sampras, Agassi, Michael Chang e Jim Courier, apenas Andy Roddick tem sido uma ameaça nos últimos anos. Roddick venceu o US Open em 2003 e perdeu para Federer em quatro finais de Grand Slam. "Federer e Nadal são o problema do tênis americano", disse Agassi. "Quero dizer que esses caras estão jogando em um nível diferente".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.