Christian Hartmann/Reuters
Christian Hartmann/Reuters

Serena Williams anuncia desistência do US Open por causa de contusão

Será apenas a quarta vez desde 1998 que a seis vezes campeã do Grand Slam nos Estados Unidos não disputa o seu torneio favorito

Redação, Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2021 | 11h16

Havia muitas dúvidas sobre a participação de Serena Williams no US Open e agora se confirmou o pior cenário. A um mês de festejar seu aniversário de 40 anos, a tenista americana anunciou nesta quarta-feira que não vai competir em Nova York, ainda devido à lesão que a obrigou a desistir de Wimbledon na primeira rodada. Trata-se apenas da quarta vez desde 1998 que a seis vezes campeã do Grand Slam nos Estados Unidos não disputa o seu torneio favorito.

"Depois de muito cuidado e de seguir o conselho dos meus médicos e equipe médica, decidi desistir do US Open para permitir que o meu corpo se recupere completamente de uma lesão na coxa. Nova York é uma das cidades mais entusiasmantes no mundo e um dos meus lugares favoritos para jogar. Vou ter saudades dos fãs, mas vou apoiar todos. Nos vemos em breve", escreveu Serena Williams em suas redes sociais.

Com sua desistência do US Open, que começará nesta segunda-feira e irá até 12 de setembro, a tenista americana desperdiça mais uma oportunidade de igualar o recorde da australiana Margaret Court, que possui 24 títulos de torneios de Grand Slam.

Campeã em 1999, 2002, 2008, 2012, 2013 e 2014, Serena Williams é mais um nome de peso que não vai disputar o US Open. Antes dela, três grandes candidatos ao título da chave masculina anunciaram que não vão jogar em Nova York. São os casos do suíço Roger Federer, do espanhol Rafael Nadal e do austríaco Dominic Thiem - este o atual campeão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.